Notícias

Prefeitura vai restaurar fonte da praça Júlio de Mesquita, no centro
08/08/2012

 

DE SÃO PAULO

A fonte monumental da praça Júlio de Mesquita, vizinha da chamada cracolândia, no centro de São Paulo, será restaurada. A obra deve começar nos próximos dias.


Para isso, a praça, onde muitos usuários de drogas dormem e se abrigam, foi cercada ontem.


A obra foi encomendada em 1913 à escultora campineira Nicolina Vaz de Assis Pinto do Couto para ser instalada na praça da Sé.


Como houve muito atraso, a prefeitura desistiu de colocá-la na praça da Sé e acabou decidindo levá-la para a praça Vitória, na confluência entre a rua Barão de Limeira e a avenida São João.


Sendo assim, a obra somente foi inaugurada em 1927, justamente no ano em que a praça passou a se chamar Júlio de Mesquita.


Na década de 1980, a fonte foi cercada com grades de ferro para, segundo a prefeitura, evitar sua depredação.


Mas, a medida não impediu que a obra continuasse a ser pichada e destruída.


Além disso, as grades dificultavam a limpeza e serviam como proteção aos moradores de rua que se abrigavam no local -as grades foram retiradas em 2004.


Em 2010, a prefeitura contratou, por R$ 33 mil, o projeto de restauro da fonte, que é tombada pelo patrimônio histórico. Agora, ela contratou a Concrejato para fazer a obra, que tem a previsão de durar dez meses. O serviço custará R$ 412 mil.


Fonte: Folha de S.Paulo/Cotidiano