Notícias

Ruralistas vencem votação sobre os rios temporários
09/08/2012

 

Comissão aprova fim de áreas de proteção permanente nas margens desse tipo de rio

 

DE BRASÍLIA

Numa vitória da bancada ruralista, a comissão do Congresso que analisa a medida provisória do Código Florestal aprovou, por 15 votos a 12, medida que acaba com as áreas de proteção nas margens de rios intermitentes.


São intermitentes os rios que, em período seco, desaparecem temporariamente.


A Agência Nacional de Águas informou que não há um levantamento oficial sobre a quantidade de rios intermitentes. Congressistas contrários à medida disseram que eles correspondem à metade dos rios brasileiros.


O pedido de eliminação das APPs (Áreas de Proteção Permanente) desses rios foi apresentado pelo deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA) na sessão da comissão criada para discutir a medida provisória, mandada ao Congresso como complemento ao veto realizado ao Código Florestal pela presidente Dilma Rousseff em maio.


Contrário à decisão da comissão, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) qualificou essa mudança como uma "total insensatez".


A comissão volta a se reunir hoje.


(ERICH DECAT)


Fonte: Folha de S.Paulo/Poder