Notícias

Mocidade Alegre vai homenagear o escritor Jorge Amado
08/02/2012

 

Centenário de nascimento do escritor é comemorado em 2012.

 

Enredo é baseado no livro 'Tenda dos Milagres'.
Do G1 SP
 
A escola de samba Mocidade Alegre vai homenagear o escritor baiano Jorge Amado no Anhembi. A escola paulistana é a terceira a entrar na avenida, no sábado de carnaval (18). A opção pelo enredo é uma alternativa proposta pela dupla de carnavalescos da escola, Sidney França e Márcio Gonçalves, que tinha a tarefa de preparar um desfile em homenagem ao centenário de nascimento de Jorge Amado - comemorado em 2012 -, com o desafio de inovar na estrutura da narrativa.


saiba mais
 
Rosas de Ouro vai homenagear povo húngaro no AnhembiBoa vontade será tema do samba-enredo da Tom MaiorÁguia de Ouro vai levar a Tropicália ao AnhembiCamisa Verde e Branco vai exaltar as diversas formas de amarDragões da Real estreia no Grupo Especial e celebra as mãesGaviões da Fiel vai contar a história do ex-presidente Lula no AnhembiImpério de Casa Verde falará sobre a visãoUnidos de Vila Maria leva para a avenida a jornada das mãosPérola Negra homenageia cidade do litoral de SP“A Mocidade Alegre apresenta o enredo em homenagem ao escritor Jorge Amado que se estivesse vivo faria cem anos em 2012. O enredo é baseado no livro 'Tendas dos Milagres'”, explica Sidney França. O livro trata, dentre outros assuntos, da escravidão e da cultura afro-brasileira.


O abre-alas representa o momento em que Ojuobá, personagem central do livro, evoca a Xangô que venha fazer justiça ao povo negro. Na segunda alegoria, Xangô chega à Bahia e encontra os negros subjugados na escravidão.


No terceiro carro, não há escravidão, mas ficou o preconceito. A quarta alegoria traz o encontro dos Orixás com os santos católicos. O último carro “A consagração de um Obá muito amado”, reproduz a coroação de Jorge Amado como Obá de Xangô. É o momento em que a escola agradece ao escritor.
 


Fonte: G1 SP.Globo.com