Notícias

Aneel aprova intervenção em oito distribuidoras de energia
01/09/2012

 

Folha não conseguiu contatar empresas do grupo Rede Energia

 

DE BRASÍLIA

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou a intervenção em oito distribuidoras do grupo Rede Energia, devido a problemas financeiros e a quedas no fornecimento de energia.


Segundo o diretor-geral da Aneel, Nelson Hubner, é a maior intervenção já feita pelo governo no setor elétrico.


As distribuidoras sob intervenção são a Cemat (MT), Celtins (TO), Enersul (MS), CFLO (que atende municípios do Paraná) e mais quatro que atuam em municípios paulistas (Cauiá, Bragantina, Vale Paranapanema e CNEE). Juntas, atendem 3,1 milhões de unidades consumidoras.


"Os problemas financeiros vinham agravando os problemas técnicos", disse Hubner.


A dívida total do grupo Rede Energia é de R$ 5,7 bilhões.


A decisão da Anaeel aconteceu um dia após o governo publicar medida provisória que amplia o alcance das intervenções do governo nas concessionárias de energia.


Decretada a intervenção, que pode durar até dois anos, os bens dos administradores e diretores das empresas ficam imediatamente indisponíveis e podem servir para ressarcir prejuízos.


As oito distribuidoras sob intervenção terão até dois meses para apresentar soluções para os problemas.


Caso os planos não sejam aprovados, elas devem perder suas concessões, que passarão para outras empresas, após seleção pública.


A Folha não conseguiu contatar o grupo Rede Energia até o fechamento desta edição.


(MARIANA SCHREIBER)


Fonte: Folha de S.Paulo/Mercado