Notícias

Salário mínimo de SP sobe para R$ 755 em 2013
01/12/2012

 

Reajuste anunciado por Alckmin é de 9%; mínimo nacional subirá para R$ 674,95

 

DE SÃO PAULO

O governador Geraldo Alckmin anunciou reajuste de 9% no salário mínimo regional do Estado de São Paulo.


Com o aumento, a primeira categoria do piso regional -referente aos salários dos trabalhadores domésticos, motoboys e de serviços de limpeza, por exemplo- passará dos R$ 690 atuais para R$ 755.


O segundo piso -válido para operadores de telemarketing, pedreiros e cabeleireiros, entre outros- vai de R$ 700 para R$ 765.


O terceiro piso -correspondente a carreiras do serviço de higiene e saúde- subirá de R$ 710 para R$ 775.


Alckmin disse que encaminhou o aumento à Assembleia Legislativa para votação, em caráter de urgência. O aumento deve entrar em vigor em fevereiro, após a aprovação dos deputados.


A medida beneficia os trabalhadores da iniciativa privada que não possuem piso salarial definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho.


As três faixas salariais são estabelecidas de acordo com grupos de ocupação de trabalhadores. O salário mínimo nacional deverá passar para R$ 674,95 em 2013.