Notícias

Receita libera programa do IR hoje às 8h
24/02/2012

 

Contribuinte já poderá fazer a declaração, mas envio só será liberado a partir de quinta-feira, dia 1º de março

 


Quem tiver IR a pagar e parcelá-lo terá de entrar todo mês no site da Receita e imprimir o Darf corrigido pela Selic

PRISCILLA OLIVEIRA
LORENNA RODRIGUES
DE BRASÍLIA

O programa do IR da pessoa física para as declarações deste ano estará disponível hoje para ser baixado no site da Receita. O software será disponibilizado às 8h. Com isso, o contribuinte poderá preencher a declaração antes do início do envio dos documentos, que começa em 1º de março, quando o programa necessário para fazer o envio (o Receitanet) poderá ser baixado.


Também a partir de hoje será possível acessar um tutorial com os principais itens da declaração. O modelo, que é o mesmo usado em 2011, se parece com uma "linha de metrô", e o contribuinte pode tirar dúvidas sobre várias fases da declaração.


Estão disponíveis informações sobre o download de programas, as novidades, a obrigatoriedade de declarar, as formas de elaboração, o prazo de entrega e o preenchimento, entre outros.


Segundo a secretária-adjunta da Receita, Zayda Manatta, no ano passado, a "linha de metrô" teve 26,36 milhões de acessos -foram enviadas 24,37 milhões de declarações. Para este ano o fisco espera receber 25 milhões.


Ainda não será possível baixar o programa do IR em tablets ou smartphones. Segundo o fisco, é preciso fazer uma avaliação para verificar se valeria a pena utilizar recursos do contribuinte para fazer alterações no programa do IR para que ele seja, nos próximos anos, compatível com tablets e smartphones.


A Receita não vai mais permitir, a partir deste ano, imprimir todos os boletos das cotas em caso de parcelamento do imposto a pagar.


Segundo Zayda, até então, quando o contribuinte optava pelo parcelamento do imposto devido, o programa emitia todas as guias de pagamento. Porém, esse documento não vinha corrigido pela taxa Selic e isso fazia com que o contribuinte fizesse o pagamento com o valor sem a correção.


A partir de agora, o programa não emitirá todos os boletos (apenas a primeira cota ou a parcela única). Ao longo do ano, será necessário acessar o site da Receita e imprimir o Darf já atualizado.


Fonte: Folha de SPaulo - Mercado