Notícias

Acervo da USP pode ser consultado
15/03/2013

 

Site "Brasiliana USP" disponibiliza acervo bibliográfico e documental sobre assuntos brasileiros impar no País e no mundo (Foto: Marcos santos/USP Imagens)

 







Portal EBC - Brasiliana USP 14.03.2013 - 18h47 | Atualizado em 14.03.2013 - 20h38



 



A USP guarda um acervo bibliográfico e documental sobre diversos
assuntos brasileiros raros no país e no mundo. A responsabilidade por ampliar o
acesso aos seus acervos, aliada ao fato de a Universidade reunir os recursos
técnicos e tecnológicos que permitam fazê-lo, resultou na criação do Projeto
BRASILIANA USP. Um acervo de livros e documentos a ser construído por uma rede
articulada de instituições públicas e privadas dispostas a dela participarem.



O acervo do projeto foi digitalizado à partir das obras da
Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, que pertence à USP. Foi criada, em
janeiro de 2005, para abrigar e integrar a brasiliana reunida ao longo de mais
de oitenta anos pelo bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. A coleção foi
doada pela família Mindlin à USP. São cerca de 17.000 títulos, ou 40.000
volumes, mas nem tudo ainda está digitalizado. Parte do acervo doado pertencia
ao bibliófilo Rubens Borba de Moraes, cuja biblioteca foi guardada por Guita e
José Mindlin desde a sua morte.



Para a Universidade de São Paulo, o objetivo do projeto de
digitalização do acervo é tornar irrestrito o acesso aos fundos públicos de
informação e documentação científica sob sua guarda.



Os objetos digitais disponibilizados pela Brasiliana Digital
(livros, imagens, mapas, periódicos, obras de referências e manuscritos) vêm
acompanhados de uma notificação sobre os direitos de uso das obras. Existem
algumas regras para a utilização dos conteúdos, como a proibição do uso dos
documentos e livros para uso comercial e a citação da fonte sempre que utilizar
o conteúdo em outro contexto.



O acervo está dividido por título, autor, assunto ou pela data
de publicação. O cidadão pode encontrar desde conteúdos sobre o abolicionismo, ou sobre o teatro em Portugal. Também acessar obras do escritor Machado de Assis, ou de Euclides da Cunha. Ler as primeiras edições do jornal Correio Braziliense, ou os manuscritos alemães que datam de 1525.



Para acessar o conteúdo da Brasiliana USP, clique aqui.



·       
Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0



Fonte: Agência Brasil