Notícias

Convênio entre Estado e prefeitura amplia Atividade Delegada na capital
18/03/2013

 

Acordo foi confirmado durante reunião entre o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad, no Palácio dos Bandeirantes

 

O Governo de São Paulo renovou o convênio com a prefeitura da capital para a Atividade Delegada, que prevê remuneração extra a policiais militares para trabalharem durante períodos de folga. A renovação foi confirmada durante reunião entre o Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad no Palácio dos Bandeirantes, na capital.

"Estamos avançando todos os dias nas nossas parcerias. O convênio está sendo reformado e ampliado. É um "ganha-ganha". Ganha a sociedade com 3.898 policiais por dia e ganha o policial que tem uma melhora salarial", disse Alckmin.

O acordo também prevê novas atribuições na parceria. Policiais militares e bombeiros vão apoiar a fiscalização e prevenção de incêndios em casas noturnas, vão atuar em parceria com o Psiu (Programa de Silêncio Urbano) e auxiliar na proteção do patrimônio e equipamentos municipais.

"O policial militar poderá atuar em toda atividade da prefeitura quando houver necessidade. É um grande ganho para cidade: mais policia na rua, ostensiva e preventiva para evitar o crime e agir onde houver necessidade", disse o governador.

Alckmin ainda destacou que este convênio traz benefícios para diminuição da criminalidade e mais segurança para a população de São Paulo. Estiveram presentes na reunião também o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, e o secretário municipal de Segurança Urbana da capital, Roberto Porto.

Recentemente os municipios de Assis e de São José do Rio Preto firmaram com a Secretaria de Segurança Pública o convênio da Atividade Delegada.

Do Portal do Governo do Estado