Notícias

Universidade europeia do século 9 será reconstruída
02/05/2013

 

Considerada a universidade mais antiga da Europa, prédios da São Clemente, na Macedônia, serão centro de estudos teológicos

 

Stockphotos / A Universidade São Clemente fica na cidade de Ohrid, principal centro turístico da Macedônia A Universidade São Clemente fica na cidade de Ohrid, principal centro turístico da Macedônia Restauração





Publicado em 02/05/2013 | Agência Efe

Após cinco séculos sem atividade docente, a universidade de São Clemente, na cidade turística de Ohrid, na Macedônia, voltará a funcionar como escola daqui a dois anos. A reconstrução da obra do século 9 vai abrigar um centro de estudos teológicos e deve custar 10 milhões de euros.


A universidade é considerada pelos arqueólogos macedônios como a mais antiga da Europa, superando em mais de um século e meio a italiana de Bolonha, fundada em 1088 e a mais velha em uso no continente europeu.


O nome de Sveti Kliment (São Clemente, em macedônio) é uma homenagem ao bispo eslavo ortodoxo (814-916), escritor, historiador e pai do alfabeto cirílico. A universidade recebia por ano cerca de 3,5 mil alunos para estudar teologia, matemática, literatura, química, biologia e física.


Construídos sobre uma colina, os edifícios da universidade dominavam o restante das grandes edificações da cidade de Ohrid, situada nas margens do lago com o mesmo nome, que a Macedônia compartilha com a Albânia.


Durante a invasão otomana muçulmana no século 15, a universidade ficou destruída. “Agora estamos pondo argamassa nos alicerces. Trabalharemos sem cessar durante 26 meses até terminar tudo em 2015”, explica à Agência Efe, Tanja Paskali, diretora dos museus de Ohrid.



No meio do novo complexo, com vistas para o lago e para as montanhas da vizinha Albânia, está a igreja ortodoxa de São Pantaleón, do período bizantino, que guarda os restos mortais de São Clemente. O lugar ainda vai abrigar um mosteiro, a sede regional da igreja ortodoxa macedônia, a faculdade de ciências religiosas, um museu, a biblioteca e um centro de conservação de ícones.


Roteiro


A cidade de Ohrid – com cerca de 50 mil habitantes – e o lago são classificados como patrimônio da humanidade pela Unesco. Após o fim do inverno, a cidade se transforma no principal centro turístico do pequeno país balcânico de dois milhões de habitantes.


As ruínas arqueológicas da universidade de São Clemente, localizadas na colina Plaosnik, são uma atração para os turistas que, além disso, visitam a parte antiga e no verão se banham nas águas cristalinas do lago.


Fonte: Gazeta do Povo - http://www.gazetadopovo.com.br/turismo/conteudo.phtml?tl=1&id=1368502&tit=Universidade-europeia-do-seculo-9-sera-reconstruida