Notícias

Pedágio não terá reajuste
25/06/2013

 

São Paulo não terá reajuste das tarifas de pedágio nos 6,4 mil quilômetros de rodovias sob concessão no Estado. Também não haverá majoração nos serviços de travessia de lanchas e balsas. De acordo com o contrato assinado com as concessinárias, a elevação das tarifas, prevista para entrar em vigor no dia 1o de julho, deveria seguir o índice da inflação anual medida pelo IPC-A acumulado entre junho de 2012 e maio de 2013, calculado pelo IBGE, que somou 6,5%. A medida, anunciada ontem no Palácio dos Bandeirantes, vale até 1º de julho de 2014.

Quatro medidas possibilitaram a manutenção dos preços: redução nos ganhos da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), penalização de concessionárias, cobrança do eixo suspenso de caminhões e uso do ônus fixo repassado pelas empresas ao Governo (leia abaixo).

A decisão está de acordo com o programa Ponto a Ponto, sistema criado há pouco mais de um ano, em projeto-piloto, que prevê tarifas mais justas de pedágio por meio de cobrança por trecho percorrido. Nesse período, o Ponto a Ponto proporcionou economia de R$ 162 mil aos usuários.

Cobrança eletrônica – O programa Ponto a Ponto preconiza uma nova forma de cobrança de pedágio nas rodovias paulistas, feita de forma eletrônica e com base no trecho percorrido pelo usuário. A proposta é identificar e reduzir as distorções existentes em alguns pontos por meio de cobrança eletrônica, sem a necessidade de barreiras físicas, manipulação de dinheiro e perda de tempo. Esse é o resultado de um trabalho realizado pela Artesp e Secretaria de Logística e Transportes do Estado.

Além da manutenção do preço nas rodovias, o pedágio não será reajustado nos casos de lanchas e travessias de balsas, como Santos-Guarujá, Guarujá-Bertioga, Ilhabela-São Sebastião e Cananeia-Ilha Comprida.

A decisão faz parte de um conjunto de medidas destinadas a reduzir os gastos da população com transportes e ocorre em consonância com a revogação do aumento das tarifas de ônibus e de Metrô anunciada na semana passada.

Da Agência Imprensa Oficial, Artesp e Portal do Governo do Estado