Notícias

Alckmin veta projeto de lei que proíbe garupa em motos
19/12/2011

 

Deputados aprovaram projeto com objetivo de diminuir a criminalidade. Governador diz que aumento de policiamento é a solução

 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse nesta segunda-feira (19) que vetou o projeto de lei que proibia os motociclistas de levarem passageiros na garupa.


O projeto de lei, aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 22 de novembro, determinava a proibição nos dias úteis da semana nas cidades paulistas com mais de 1 milhão de habitantes, como São Paulo e Guarulhos.



Durante entrega de 320 motos para o patrulhamento da polícia em São Paulo, o governador disse que não será desta forma que a criminalidade vai diminuir, e sim com o aumento do policiamento nas ruas.


Autor do projeto, o deputado Jooji Hato (PMDB) afirmou que os objetivos eram diminuir os acidentes e combater o crime. “A maior parte dos assaltos no trânsito é feita por garupas. O garupa com o visor escurecido ou espelhado não é identificado e, com a moto, foge em alta velocidade”, disse.


No início do mês, o governador disse que a população do estado que utiliza motos como meio de transporte não pode ser punida. “Nós temos uma preocupação enorme com a questão da segurança, mas precisamos ter cuidado para não punir o trabalhador e a população de menor renda, que utiliza como meio de transporte ou de trabalho as motocicletas”, afirmou, na ocasião.


O projeto de número 485 também tornava obrigatória a fixação do número da placa da moto no capacete e em coletes.


Fonte: Globo.com