Notícias

Programa poderá distribuir sementes de crotalária para auxiliar no combate à dengue
01/08/2013

 

A dengue continua fazendo vítimas em todo o Estado de São Paulo, apesar dos esforços de conscientização para a prevenção da doença por meio do combate ao mosquito Aedes aegypti. O Projeto de Lei 190 de 2013, aprovado no dia 19/6/2013, de autoria do deputado Alex Manente (PPS), busca solução barata e eficiente para o problema.

Trata-se do Programa de Conscientização e Distribuição de Sementes de Crotalária para o Combate à Dengue no âmbito do Estado de São Paulo, através do qual o Poder Executivo poderá firmar convênios e parcerias com prefeituras municipais e com entidades da sociedade civil para facilitar a distribuição e utilização da semente de crotalária.

A Crotalaria juncea é uma planta leguminosa anual de verão que pode ser utilizada, com grande eficácia, como arma biológica no combate à dengue. É considerada a leguminosa mais eficiente na redução da população da maior parte dos nematóides nos solos, atraindo as libélulas, insetos voadores que se alimentam das larvas e adultos do Aedes aegypti. A planta também se destaca pela capacidade de fixação biológica de nitrogênio atmosférico e produção de massa verde e, devido ao seu porte médio, pode ser utilizada nas entrelinhas de culturas perenes sem prejudicar o trânsito de máquinas ou pessoas.

Com o plantio da crotalária em terrenos baldios, quintais, jardins, vasos e inclusive nas margens dos rios, ela exercerá atração da libélula, que põe seus ovos em água parada e limpa, da mesma maneira que o Aedes aegypti, agindo como um predador natural. Com ambas no mesmo habitat, a ampliação do controle sobre a transmissão da dengue será uma consequência lógica, pela diminuição em curto prazo e o fim do inseto transmissor a médio lapso de tempo.

Matão e Rincão, municípios do Estado de São Paulo, e Sorriso, município do Mato Grosso, implantaram o programa, obtendo grande êxito.

DOE, Legislativo, 01/08/2013, p. 1