Notícias

Conheça as ações do Governo de SP para melhorar o transporte e a mobilidade na Baixada Santista
03/09/2013

 

Obras rodoviárias em curso e novas embarcações para travessias litorâneas buscam aperfeiçoar a logística da região

 

O Governo do Estado de São Paulo investe em obras para aprimorar os transportes e a logística na Baixada Santista. Os projetos incluem melhorias em rodovias e também nos serviços prestados por balsas em travessias litorâneas.

Túnel Santos-Guarujá
O túnel imerso que ligará os município Santos e Guarujá usará tecnologia inédita no Brasil. A obra de 1.700 metros de extensão contará com três faixas de rolagem por sentido, além de espaço exclusivo para pedestres e ciclistas. A passagem de veículos comportará automóveis, caminhões e até uma linha de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). O projeto está orçado em R$ 1,4 bilhão.

VLT (Veículo Leve sobre Trilhos)
O VLT, cujas obras tiveram início em maio de 2013, faz parte do SIM (Sistema Integrado Metropolitano), que vai reestruturar o transporte público na Baixada Santista. O sistema do VLT traz vantagens como poluição zero (atmosférica e sonora) e alta capacidade de transporte. Vai ligar a Praia Grande a Santos, passando por São Vicente.

Anel viário
A obra interligará as rodovias Anchieta (SP-150), Imigrantes (SP-160), Padre Manoel da Nóbrega (SP-55) e Cônego Doménico Rangoni (SP-55), antiga Piaçaguera Guarujá. Sua construção teve início em dezembro do ano passado. O projeto de R$ 182,9 milhões vai reduzir congestionamentos no acesso ao Porto de Santos e ao Polo Industrial de Cubatão, além de trazer mais segurança aos motoristas.

Travessias Litorâneas
Mais de R$ 200 milhões em recursos foram investidos nos últimos três anos. A aquisição, reforma e modernização de embarcações aprimora os serviços prestados, reduzo tempo de espera no embarque e oferece mais conforto e segurança aos usuários das travessias Santos-Guarujá e Guarujá-Bertioga.

Ampliação da Rodovia dos Imigrantes
Desde que a quinta e a sexta faixas da rodovia foram implantadas no final de maio de 2013, o tempo de viagem entre o litoral e a Região Metropolitana de São Paulo diminuiu em 15 minutos nos dias de tráfego intenso. A ampliação representou um aumento da capacidade para até mais de quatro mil veículos por hora. O investimento total para a construção dos 13,5 km das novas faixas de rolamento foi de R$ 33,8 milhões.

Ampliação da Rodovia Cônego Domenico Rangoni
A construção de uma terceira faixa com 16 km de extensão terá um investimento de R$ 153 milhões. A obra inclui ampliação de dispositivos do trecho, construção de ciclovia e novas travessias de pedestres. O decreto para a desapropriação dos imóveis na área já foi assinado. Serviços como limpeza e sondagens estão em andamento.

Melhorias na Rodovia Anchieta
As obras preveem a implantação do viaduto 31 de Março, que cruzará a Anchieta, na altura do km 59,85. Serão construídos acessos aos bairros lindeiros, vias marginais, além de iluminação do viaduto e remanejamento de interferências. O investimento total é de R$ R$ 43,5 milhões.

Do Portal do Governo do Estado