Notícias

São Paulo, Rio e Brasília respondem por 20% do PIB brasileiro
17/12/2013

 



Sílvio Guedes Crespo

 

Os municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília tiveram, juntos, um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 850 bilhões em 2011, o que corresponde a um quinto da atividade econômica
brasileira.

Se consideradas também Curitiba, Belo Horizonte e Manaus, apenas seis cidades respondem por um quarto do PIB do país.

Metade de toda a produção brasileira ocorre em apenas 55 municípios, onde
vivem 31% da população nacional. Ao mesmo tempo, mais de 5 mil cidades
abrigam 69% dos habitantes do país e geram a outra metade do PIB.

Os dados do PIB por município foram divulgados nesta terça-feira pelo IBGE
(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em novembro, a
entidade publicou os números sobre a atividade econômica por Estado.

 

MUNICÍPIOS COM MAIOR ATIVIDADE ECONÔMICA

PosiçãoMunicípioPIB em 2011 (R$ bi)Participação no PIB do país (%)Participação acumulada no PIB do país (%)
São Paulo/SP47711,5111,51
Rio de Janeiro/RJ2095,0516,57
Brasília/DF1643,9720,54
Curitiba/PR581,4021,94
Belo Horizonte/MG551,3323,27
Manaus/AM511,2324,50
Porto Alegre/RS461,1025,60
Guarulhos/SP431,0526,65
Fortaleza/CE421,0127,66
10ºCampinas/SP410,9828,64
  • Fonte: IBGE

A maior cidade, em atividade econômica, que não é capital de Estado é
Guarulhos, com um PIB de R$ 43 bilhões, seguida por Campinas e Osasco,
todas em São Paulo.

Apenas duas capitais não são as maiores de
seus respectivos Estados, em atividade econômica. Florianópolis perde
para Joinville, cidade mais populosa de Santa Catarina, onde se
concentram o polo metal-mecânico catarinense. No Pará, Belém fica atrás
de Paraupebas, onde há forte atividade extrativa de minérios.

Os números mensuram uma situação já muito conhecida no país, de desigualdade econômica regional.

Sozinha, a cidade de São Paulo tem um PIB de R$ 477 bilhões, superior ao de
qualquer Estado do país (com exceção de SP, obviamente). No Estado do
Rio. o segundo maior nesse quesito, a economia movimentou R$ 462 bilhões
em 2011.

O PIB paulistano é maior, inclusive, do que o de toda a
região Centro-Oeste (R$ 396 bilhões) e também Norte (R$ 224 bilhões),
não somadas.

Apesar de ainda se manter altamente concentrado, o
PIB brasileiro sofreu uma ligeira descentralização nos últimos anos. Em
2007, a cidade de São Paulo respondia por 12,1% da atividade econômica
nacional; hoje, são 11,5%.

Em relação ao município do Rio, a participação no PIB brasileiro caiu de 5,3% para 5,1% no período.

http://achadoseconomicos.blogosfera.uol.com.br/2013/12/17/concentracao-de-renda-sao-paulo-rio-e-brasilia-respondem-por-20-do-pib/