Notícias

SP vai oferecer emprego a dependentes em tratamento
25/02/2014

 

Serão ofertadas, inicialmente, 40 vagas para cidadãos que aderiram ao Programa Recomeço

 

Dependentes químicos terão uma nova oportunidade de inclusão social. O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta terça-feira, 40 vagas de emprego para cidadãos viciados em crack que estão em tratamento. As vagas de emprego serão para atuar como auxiliar de serviços gerais e administrativos na Secretaria da Justiça e no Cratod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas). "O salário será de R$ 395,00, incluindo vale-transporte e vale-refeição", afirmou Alckmin.

A iniciativa faz parte do Programa Emergencial de Auxílio Desemprego. Só serão contratados os interessados que aderiram ao Programa Recomeço, pois o objetivo é oferecer um serviço que inclua tratamento e capacitação profissional, garantindo ao dependente químico uma nova oportunidade de vida. "O tratamento é essencial para essa doença, que precisa de acompanhamento", explicou o governador.

O contrato da Frente de Trabalho terá duração de nove meses. Os dependentes trabalharão de segunda a quinta-feira, seis horas por dia, e devem seguir em tratamento no no Cratod. Na sexta-feira, participam de curso de capacitação profissional.

Programa Recomeço

Criado há um ano, o Programa Recomeço trata dependentes químicos e familiares com ações integradas entre as secretarias da Saúde e Justiça e Defesa da Cidadania, Desenvolvimento Social e Emprego e Ralações do Trabalho. São oferecidas para tratamento de saúde, reinserção social, apoio familiar e frente de trabalho.

"Estamos fazendo um importante trabalho. Até agora foram mais de 3 mil pacientes internados, inclusive alguns casos graves. Foram feitos, também 10.246 acolhimentos, ou seja pessoas que foram encaminhas para comunidades terapêuticas", informou o governador.

Do Portal do Governo do Estado