Notícias

Biblioteca sentimental é tema de 'Livros que Amei', no Futura
19/03/2012

 

Leitores ilustres falam sobre suas obras prediletas na série inédita

 

MARCO RODRIGO ALMEIDA
DE SÃO PAULO

Todo leitor tem uma biblioteca sentimental, formada pelos títulos que marcaram sua formação e, dentre todos, seriam os escolhidos para levar para uma ilha deserta.


A série "Livros que Amei", que estreia no Futura amanhã, tem como tema essa paixão, tão solitária e tão prazerosa.


Os 13 episódios do programa, dirigido por Suzana Macedo, trarão leitores ilustres comentando seus livros prediletos. O compositor e escritor Fausto Fawcett, tema do primeiro capítulo, selecionou três: "O Trópico de Capricórinio", do americano Henry Miller (1891-1980), "Eu e Outras Poesias", do brasileiro Augusto dos Anjos (1884-1914), e "Breviário de Decomposição", do romeno Emil Mihai Cioran (1911-1995).


"Têm em comum uma gana pela vida. Basta abrir os volumes para saltar o estilo vivo dos três", diz Fawcett.


Além de comentar a influência que cada um teve em sua vida, ele recita passagens famosas dos volumes e poemas de Augusto dos Anjos.


Os próximos convidados serão a cineasta Manaíra Carneiro (27/3), o escritor Sérgio Sant'Anna (3 /4) e a diretora de teatro Juliana Galdino (10/4).


NA TV


Livros que Amei
Estreia da série no Futura
QUANDO amanhã, às 22h30
CLASSIFICAÇÃO livre


Fonte: Folha de SPaulo/Ilustrada