Notícias

Bônus de água pode custar R$ 800 mi à Sabesp, diz Alckmin
02/04/2014

 

DE SÃO PAULO - O custo do bônus dado pela Sabesp (empresa de saneamento) a quem cortar em 20% seu consumo de água será de R$ 800 milhões, informou ontem o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O programa, que existirá até dezembro, garante 30% de desconto na conta, se o consumidor atingir a meta de redução.

A Sabesp também vai cortar R$ 700 milhões dos seus investimentos neste ano, segundo a empresa, para se concentrar na segurança do abastecimento.

Além da arrecadação de que a Sabesp pode abrir mão, as obras emergenciais para captação do volume morto custarão R$ 80 milhões à empresa.

Folha de S. Paulo