Notícias

Furto de fios de cobre cresce 20% em São Paulo em 2013
04/04/2014

 

Ontem, a Folha flagrou um caso na Vila Buarque, centro da cidade, de madrugada

 

CÉSAR ROSATI
FELIPE SOUZA
DE SÃO PAULO

A quantidade de fios de cobre furtados em São Paulo cresceu 20% entre 2012 e 2013. É o que mostra levantamento feito pelo Ilume (Departamento de Iluminação Pública) a pedido da Folha.

A quantidade de cabos furtados em 2013, 930 km, cobre a distância de ida e volta de São Paulo ao Rio. Em 2012, foram furtados 775 km de cabos.

Nos dois primeiros meses de 2014, foram furtados na capital 151 km de cabos da rede elétrica. Na madrugada de ontem, a Folha flagrou três homens furtando fios na esquina da rua Marquês de Itu com a Bento Freitas, no centro.

Isso representa, segundo o Ilume, um prejuízo mensal de R$ 1,5 milhão. O preço médio do fio de cobre é de R$ 2,78 o metro. Cada quilo de cobre puro chega a ser vendido por R$ 15 em São Paulo.

O Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) apura esses casos.

O escrivão-chefe Eduardo Fernandes diz que a principal medida para combater esse crime é inibir a receptação.

"Estamos mapeando as regiões da Grande São Paulo com maior incidência de furtos de fios e locais de venda de sucatas. Vamos cadastrar esses comércios e verificar se eles atuam na legalidade", afirmou Fernandes.

Folha de S. Paulo