Notícias

Governo inaugura hoje centro de controle de doenças para a Copa
28/05/2014

 

Possibilidade de surtos de sarampo e dengue é maior preocupação

 

DE BRASÍLIA
DE MANAUS

Começa a funcionar nesta quarta-feira (28) o centro que vai coordenar as ações nacionais de saúde para a Copa do Mundo, com sede no Ministério da Saúde, em Brasília.

Até 23 de julho, caberá ao Ciocs (Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde no Governo Federal) reunir informações sobre a circulação de doenças, coordenar o atendimento em caso de grandes urgências, acionar a Força Nacional do SUS caso necessário, gerir laboratórios e outras estruturas, cuidar da vigilância sanitária nos pontos de entrada no país e realizar ações de prevenção a doenças --como distribuir preservativos em hotéis.

Em cada uma das 12 cidades-sede haverá um centro semelhante, que coordenará as ações regionais e fará contato com o centro nacional em caso de emergências.

A possibilidade de surtos de sarampo e de dengue e a chegada de uma nova doença são as principais preocupações do Ministério da Saúde para a Copa.

Ao menos 500 mil estrangeiros são esperados no país. O maior risco, segundo o órgão, é o sarampo, transmitido por via respiratória.

Controlada no Brasil, a doença voltou a aparecer nos últimos anos, principalmente no Nordeste. Em 2012, só dois casos foram registrados no país. Neste ano, já são 191.

Folha de S. Paulo