Notícias

Governo mantém meta de inflação de 4,5% ao ano para 2015 e 2016
26/06/2014

 

DE BRASÍLIA - O governo decidiu manter a meta de inflação de 4,5% ao ano --com margem de dois pontos percentuais para mais e para menos-- para 2015 e 2016. A meta, que considera a inflação medida pelo IPCA, é a mesma desde 2006.

A decisão foi tomada por unanimidade nesta quarta-feira (25) pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), formado por Banco Central e ministérios da Fazenda e do Planejamento.

"Mantivemos a meta tendo em vista o quadro de inflação mais benigno neste ano, inflação de alimentos se acomodando, caindo em relação ao mesmo período do ano passado", afirmou o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland.

Dessa forma, o governo adia a pretensão do Banco Central de reduzir a meta de inflação.

Quando assumiu a presidência da instituição, em janeiro de 2011, Alexandre Tombini afirmou que o país deveria "ter a ambição de perseguir no futuro" uma meta menor, semelhante à observada nas principais economias emergentes.

Folha de S. Paulo