Notícias

Três municípios tornam-se estâncias turísticas
12/07/2014

 

Brotas, Guaratinguetá e Olímpia passarão assim a receber verbas do Dade

 

Na noite de 3/7, a Assembleia Legislativa aprovou os projetos de lei 762, 877 e 934, todos de 2013 e de autoria do governador, tornando estâncias turísticas os municípios de Brotas, Olímpia e Guaratinguetá. Agora o Estado passa a contar com 70 estâncias, que recebem verbas do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), que deverão ser aplicadas em obras de infraestrutura para melhor atender os turistas.

Brotas localiza-se na Região Turística da Serra de Itaqueri, sendo já um destino turístico consagrado no Brasil, e referência em turismo de aventura na água, com atividades como rafting, bóia-cross, canoagem e canyoning. Para receber o turista de aventura, há 18 agências de turismo instaladas na cidade, que é o único destino brasileiro a oferecer seis modalidades no segmento do Turismo de Aventura, com Sistema de Gestão de Segurança, atestado pelo Inmetro.

Também é um polo de ecoturismo e de turismo rural. Brotas é um dos seis destinos do Estado de São Paulo indicados pelo Ministério do Turismo para a Copa de 2014, e faz parte do Guia Brasil da Embratur, a ser distribuído e divulgado a operadoras do mundo inteiro. São cerca de 20 atrativos naturais, com destaque para cachoeiras. A cidade conta ainda com o mais moderno observatório e planetário da América Latina. Outro destaque é sua preocupação, há décadas, com a ecologia, sendo participante do Programa Município Verde e Azul, do governo do Estado.

Folclore e águas termais em Olímpia

A nova Estância Turística de Olímpia já é conhecida como a Capital do Folclore por realizar o maior festival de folclore do Brasil, que terá, em 2014, sua 50ª edição, entre os dias 9 e 17/8, quando haverá as tradicionais apresentações de grupos folclóricos e parafolclóricos provenientes de diversos pontos do país em meio a outras atividades paralelas

As apresentações são na Praça de Atividades Folclóricas Prof. José Sant’anna, área com 9,6 hectares. Uma destas atividades é o 25º Concurso de Artes para as categorias: pintura, poesia, escultura, artesanato e fotografia.

Na esteira do festival, a cidade organizou o Museu de História e Folclore Maria Olímpia, que foi instalado em 1973 para abrigar um acervo de três mil peças ligadas ao folclore brasileiro, entre roupas para festas típicas, peças de barro, bambu, madeira; trabalhos em palha e pinturas além de instrumentos musicais e peças tradicionais, como pilões e esporas.

Na parte exterior do casarão que abriga o museu, está uma locomotiva, que entre 1940 a 1950
ligou Olímpia ao resto do Brasil. Maiores informações sobre o festival podem ser obtidas no site oficial: www.folcloreolimpia.com.br.

A cidade de Olímpia reserva ainda outros atrativos aos visitantes. Com pouco mais de 50 mil habitantes, sua economia, baseada na agroindústria e no comércio, vem sendo incrementada com as rendas provenientes do turismo, por conta do parque aquático Clube Thermas dos Laranjais. Inaugurado em 1987, oferece mais de 20 diferentes piscinas de água quente natural, oriundas de um poço profundo, de aproximadamente 980 metros, com vazão em torno de 180 mil litros por hora, que havia sido perfurado pela Petrobras, que buscava petróleo na cidade.

Turismo religioso

Guaratinguetá, localizada na Região Turística Vale do Paraíba e Serras, é a terceira cidade a ter aprovada sua classificação como Estância Turística no dia 3/7. Nos últimos cinco anos, a cidade passou a receber mais turistas por conta da canonização do padre Antônio de Sant’Ana Galvão, o Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro.

A importância da religião para a cidade é antiga: na gruta de Nossa Senhora de Lourdes, atrai devotos desde 1921, quando foi construída, na Casa Puríssimo Coração de Maria, antigo Orfanato, para abrigar pedra trazida de Lourdes, na França.

A cidade faz parte do Programa Caminha São Paulo, que estimula a caminhada contemplativa e a peregrinação, com a Rota Franciscana - Frei Galvão, com extensão total de mais de 750 km e que abrange 31 municípios. A rota, que reproduz a trajetória de vida de Frei Galvão, é dividida em cinco subrrotas, todas tendo como ponto de convergência o município.

Guaratinguetá, com os municípios vizinhos Aparecida e Cachoeira Paulista, desenvolveu o Circuito da Fé - um dos principais e mais organizados de todo o Estado de São Paulo - objetivando a ampliação do fluxo turístico. A cidade também tem atrativos histórico-culturais, pois preserva inúmeros casarões da época colonial, visto que o município foi um dos principais produtores de café, além de ter sido uma das maiores bacias leiteiras de todo o País. Localizada na encosta da serra da Mantiqueira, Guaratinguetá ainda tem atrativos ecológicos.

DOE, Legislativo, 12/07/2014, p. 1