Notícias

Liminar que permitia reajuste de pedágios é suspensa pela Justiça
14/08/2014

 

DE SÃO PAULO - A Justiça de São Paulo suspendeu nesta quarta (13) as liminares que autorizavam concessionárias de rodovias paulistas a reajustar os pedágios acima do permitido pelo governo estadual.

Os valores maiores estavam sendo cobrados desde a 0h desta quarta. São afetados os pedágios da CCR ViaOeste (sistema Castello Branco/Raposo Tavares), da CCR-SPVias (que administra parte da rodovia Raposo Tavares, entre outras), da CCR-Rodoanel (trecho oeste do Rodoanel) e da Ecovias (sistema Anchieta/Imigrantes).

O governo havia autorizado o reajuste de 5,29% a partir de 1º de julho, o que é menor do que a inflação do período. As empresas, porém, recorreram à Justiça para que o reajuste fosse baseado no IPCA (6,37%).

A CCR e a Ecovias afirmaram que voltariam a cobrar os valores anteriores nesta quarta.

Folha de S. Paulo