Notícias

Haddad vai colocar 1.200 guardas em ciclovias com poder de multa
22/08/2014

 

Efetivo será gradualmente deslocado para o serviço com bicicletas, começando pelo centro

 

Prefeito afirma que a medida vai incentivar o uso das vias por ciclistas e também trazer mais segurança

ARTUR RODRIGUES
DE SÃO PAULO

A Prefeitura de São Paulo vai colocar 1.200 guardas-civis com bicicletas para fazer rondas e multar nas ciclovias.

O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou nesta quinta (21) que o projeto começa ainda neste ano.

O efetivo da GCM (Guarda Civil Metropolitana), que tem cerca de 6.000 homens, será gradualmente deslocado para o serviço com bicicletas, começando pelo centro.

A meta de Haddad é construir 400 km de vias para ciclistas. "Será um guarda-civil a cada 300 metros", disse o prefeito, durante evento de comemoração dos 60 anos do parque Ibirapuera.

O prefeito afirmou que o serviço será parecido com o que já é realizado no parque.

Para ele, isso ajudará a aumentar o número de pessoas utilizando as ciclovias. "Incentiva o uso pela segurança."

Segundo a prefeitura, os guardas também serão capacitados até o final do ano para aplicar multas a eventuais abusos cometidos nas ciclovias da capital.

As invasões por motos e carros das faixas exclusivas são constantes reclamações de ciclistas que utilizam os 20,3 km de ciclovias e ciclofaixas implantadas por Haddad.

A medida apoia-se na mudança em lei federal sancionada neste mês que dá poderes de polícia às guardas civis no país, permitindo inclusive a aplicação de multas, desde que em convênio com os órgãos de trânsito.

De acordo com a prefeitura, até o fim do ano a maioria do efetivo da GCM estará capacitada a aplicar multas e atuar como agente de trânsito, assim como os cerca de 2.000 marronzinhos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Trata-se de uma saída encontrada pela prefeitura para resolver a falta de agentes na fiscalização do trânsito.

Desde o ano passado, Haddad liberou 700 agentes da SPTrans (São Paulo Transporte) para multar invasões a faixas e corredores de ônibus.

A prefeitura não soube informar de quantas bicicletas a GCM já dispõe hoje. Recentemente, porém, foi feita uma compra de 200.

CICLOVIA

Uma nova ciclovia no canteiro central das avenidas Sumaré e Paulo 6º, na zona oeste de São Paulo, será inaugurada nesta sexta (22).

A novidade em relação às outras ciclovias implantadas será que a pista poderá ser usada tanto por pedestres quanto por ciclistas. Com 2,7 km de extensão, a nova ciclovia liga as praças Caetano Fracaroli, em Pinheiros, e Marrey Junior, em Perdizes.

Colaborou ANDRÉ MONTEIRO

Folha de S. Paulo