Notícias

Governo de SP proíbe criação de animais para uso da pele
29/10/2014

 

DE SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) sancionou o projeto de lei que proíbe a criação e manutenção de animais com o intuito de usar sua pele.

O projeto prevê que criadores flagrados pela Polícia Militar paguem 500 Unidade Fiscal do Estado de São Paulo por animal (cerca de R$ 10 mil), além de ter o registro de Inscrição Estadual cassado. A multa dobra em caso de reincidência.

Criadores de chinchila, uma das poucas espécies das quais só se aproveita o pelo, começaram a abater animais antes da aprovação da lei. Uma fazenda de Sorocaba diz ter matado 1.500 fêmeas neste mês."Acabou para nós", diz Carlos Peres, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Chinchila Lanígera.

Ativistas invadiram um criadouro de chinchilas no dia 19 e levaram cerca de cem animais, que eram criados para virar bolsas e casacos.

Folha de S. Paulo