Notícias

Itaú, Bradesco e Santander abrem agência 'sem caixa e sem dinheiro'
13/11/2014

 

TONI SCIARRETTA
DE SÃO PAULO

O Itaú, o Bradesco e o Santander abriram um novo tipo de agência bancária, só com caixas eletrônicos e com o gerente de conta. Essas agências não têm caixa, não aceitam pagamento de contas de consumo e não lidam com dinheiro em espécie.

Para essas transações, os clientes são orientados a se dirigir a uma agência completa mais próxima ou a usar o caixa eletrônico --normalmente, há um funcionário para ajudar e tirar dúvidas.

O próprio gerente costuma abrir e fechar o local, atender aos clientes e informar à regional se algum caixa eletrônico está desabastecido.

Como não têm dinheiro, não precisam de cofre, abastecimento por carro-forte (só para os terminais eletrônicos), porta giratória nem segurança reforçada.

Os bancos chamam as unidades de agências "de negócios", focadas, por exemplo, em aplicações financeiras, contratação de empréstimo e seguros. A maioria está em São Paulo. Algumas foram instaladas em pequenos prédios comerciais e shoppings.

Várias delas tinham o serviço completo até o mês passado. São os casos das agências do Bradesco na av. Aclimação e na rua Lacerda Franco (zona sul de São Paulo).

No caso do Itaú, algumas dessas agências são antigas unidades do Unibanco que eram menores do que a do vizinho Itaú. É o caso da agência 8.087 da av. Duque de Caxias (centro), ao lado de uma agência maior do banco.

Quem entra no local vê um quadro informando a mudança: "Esta agência tem um novo modelo de atendimento". Ao lado estão os endereços das agências com atendimento pessoal nas redondezas.

Funcionários contam que ficaram apreensivos, pois achavam que a automação traria muita reclamação dos clientes, mas se surpreenderam com a rapidez com que os correntistas passaram a frequentar as agências.

Já o sindicato dos bancários critica a mudança: "Só quem ganha são os bancos. Perdem os clientes, com o mau atendimento e o alto custo, e os trabalhadores, com as demissões e a sobrecarga", diz Juvandia Moreira, presidente do sindicato.

Segundo o Itaú, a iniciativa faz parte da estratégia de oferecer "modelos de atendimento de acordo com a necessidade do cliente", como as 900 agências que funcionam até as 20h. Nas agências de negócio, os caixas do Itaú aceitam até pagamento de contas com o cartão de outro banco. O Santander informou ter nove agências nesse formato. O Bradesco não quis comentar o assunto.

Folha de S. Paulo