Notícias

ONS reduz sua previsão para o nível dos principais reservatórios do país
15/11/2014

 

DE SÃO PAULO - O Operador Nacional do Sistema (ONS) reviu sua projeção para o nível dos reservatórios da região Sudeste/Centro-Oeste para o final de novembro. Antes o órgão previa 15,5% de volume útil até o fim do mês e agora projeta apenas 14,9%.

A previsão para os reservatórios do Nordeste, por outro lado, subiu de 11,5% para 12,6% nessa semana.

A região Sudeste/Centro-Oeste responde por 70% de toda a capacidade de armazenamento do país, enquanto que a Nordeste responde por 18%.

O ONS vem reduzindo sistematicamente suas projeções para o Sudeste/Centro-Oeste conforme as chuvas na região se mostram insuficientes para elevar o nível dos reservatórios. Há duas semanas, a previsão era de 15,8%.

Alguns dos reservatórios já estão em nível crítico. Os que alimentam as usinas Ilha Solteira e Três Irmãos, na junção dos rios Tietê e Paraná, estão zerados e as usinas estão gerando um terço de energia do que prevê sua capacidade.

Esses rios são responsáveis também por levar água para a usina de Itaipu, a maior do sistema. A usina continua gerando com sua capacidade máxima, porém o nível da água que chega a ela está abaixo do tolerado.

Na região Nordeste, a situação mais crítica é a da usina de Sobradinho, a primeira do rio São Francisco, ainda em Minas Gerais, cujo reservatório está em 2,57%.

(MACHADO DA COSTA)

Folha de S. Paulo