Notícias

Governo lança campanha contra racismo no SUS
26/11/2014

 

DE BRASÍLIA - Enquanto 46,2% das mulheres brancas tiveram acompanhantes no parto no SUS, entre as mulheres negras o percentual foi de 27%. Ao mesmo tempo, a taxa de mortalidade materna entre as mulheres negras é 26% maior que a de mulheres brancas.

Os dados, de 2012, e os relatos de discriminação no SUS motivaram o Ministério da Saúde e a Secretaria de Direitos Humanos a lançar, nesta terça-feira (25) a primeira campanha publicitária contra o racismo voltada à rede pública de saúde. A campanha irá incentivar relato de denúncias via Disque Saúde 136.

O Ministério da Saúde iniciou ainda, no mês passado, curso de educação a distância sobre a saúde da população negra. Ao todo, 2,4 mil profissionais de saúde estão inscritos.

Folha de S. Paulo