Notícias

Litoral norte e Tamoios ganham 84 radares fixos na temporada
03/12/2014

 

Todos os equipamentos devem estar funcionando até o fim do mês, quando o movimento triplica

 

Até agora, só havia 14 aparelhos em estradas de Ubatuba e Caraguá; as unidades na Tamoios já estão em operação

RICARDO HIAR
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM CARAGUATATUBA

Os motoristas que circulam pelas rodovias do litoral norte na alta temporada terão de ficar atentos aos limites de velocidade se quiserem evitar multas e a perda de pontos na carteira de habilitação.

O DER (Departamento de Estradas e Rodagem) está implantando 78 radares fixos em 40 pontos das cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela.

Outros seis foram instalados pela Dersa (empresa estadual de transportes) no trecho de serra da rodovia dos Tamoios e já estão operando.

Até então, havia apenas 14 aparelhos nas estradas que cortam Ubatuba e Caraguá.

A expectativa é que todos os equipamentos estejam funcionando até o final do mês, em plena temporada de verão. Nesse período o número de veículos chega a triplicar nas estradas da região.

O DER não informou o valor do investimento.

Os radares serão instalados em trechos urbanos, com limite de velocidade permitida entre 40 km/h e 60 km/h.

RIO-SANTOS

São Sebastião é o município que receberá o maior número de radares. Eles serão instalados em 23 pontos diferentes para monitorar excessos nos dois sentidos da rodovia Rio-Santos (SP-55).

Em Caraguatatuba, serão 11 os trechos monitorados, incluindo as regiões norte, sul e central, além dos novos redutores de velocidade na Tamoios. Para Ubatuba, o projeto do DER destinou nove radares às rodovias Rio-Santos e Oswaldo Cruz.

Em Ilhabela, o primeiro radar da cidade foi colocado em outubro, entre as praias Grande e Feiticeira. Falta apenas a aferição do Inmetro (instituto nacional de metrologia) para ele começar a multar, mesmo caso dos demais equipamentos já instalados.

As placas com o limite de velocidade e a indicação da presença de fiscalização eletrônica estão em fase de implantação nas rodovias.

Dirigir acima da velocidade pode render multa de até R$ 574. O motorista que for flagrado pelo radar trafegando com velocidade até 20% acima da permitida perde quatro pontos na carteira e terá de desembolsar R$ 86,13. Caso o excesso de velocidade supere 50% do permitido, a multa chega a R$ 574 e o motorista perde sete pontos.

Folha de S. Paulo