Notícias

Casamento gay representa 0,35% do total registrado no país em 2013
10/12/2014

 

Foram 3.701 matrimônios homoafetivos, segundo estudo do IBGE

 

PEDRO SOARES
DO RIO

Pesquisa do IBGE mostra que foram realizados 3.701 casamentos gays no país em 2013, segundo registros dos cartórios brasileiros. As uniões correspondem a 0,35% dos cerca de 1,1 milhão de matrimônios no ano passado.

Houve pequena prevalência dos casamentos entre mulheres --52% do total, contra 48% de uniões de dois homens. Sozinho, o Estado de SP concentrou 54,4% das uniões entre mulheres e 50,5% das realizadas entre homens.

Segundo o IBGE, a resolução 175 do Conselho Nacional de Justiça, do ano passado, possibilitou o levantamento. Essa medida uniformizou os procedimentos para casamentos homoafetivos em cartórios de todos os Estados.

Ennio Mello, pesquisador do IBGE, diz que o total de uniões de pessoas do mesmo sexo ainda é pequeno e, muitas vezes, elas têm como objetivo principal "salvaguardar direitos" dos cônjuges, como pensão ou direito a herança.

A idade mediana para os cônjuges gays foi de 37 anos para homens e 35 anos para mulheres, mais alta do que nos casais heterossexuais ""30 e 27 anos, respectivamente.

Para Mello, a diferença é mais um indicativo de que os mais velhos buscam assegurar benefícios aos seus parceiros com os casamentos.

O técnico espera que campanhas de ONGs e de tribunais estaduais, como a promoção de casamentos coletivos, aumentem o número de uniões homoafetivas formais nos próximos anos.

O número total de casamentos em 2013 superou em 1,1% o registrado em 2012. Outro dado revelado pela pesquisa é que a idade do casamento aumentou em uma década: em 2003, homens e mulheres se uniam dois anos mais jovens --com 28 e 25 anos, na mediana, respectivamente.

O estudo mostra também que os casamentos seguem em alta. Um dos motivos indicados é a maior facilidade de realizar o divórcio, que pode ser obtido sem a necessidade de um prazo de espera para dissolver o casamento.

No entanto, os divórcios caíram 4,9% de 2012 para 2013, totalizando 324,9 mil dissoluções de matrimônio.

Folha de S. Paulo