Notícias

Governo anuncia 61,5 mil novas vagas e aumento de juros no Fies
27/06/2015

 

Índice aplicado sobre financiamento passará de 3,4% para 6,5%

 

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA

O Fies (programa federal de financiamento estudantil) de segundo semestre terá um total de 61,5 mil novas vagas, informou o ministro Renato Janine (Educação) em vídeo divulgado nesta sexta (26).

Somadas à oferta no primeiro semestre, o programa terá neste ano um total de 313,9 mil novos contratos --o que corresponde a quase 43% dos financiamentos de 2014.

"Esperamos nos próximos anos manter nesse patamar. Esta é a intenção do governo", disse Renato Janine.

Ele destacou ainda novas regras: os contratos estarão sujeitos a juros de 6,5% --hoje, o percentual era de 3,4%, bem abaixo dos praticados no mercado. "Continuam sendo subsidiados pela sociedade brasileira, mas são mais alinhados com a inflação do último ano", disse.

O governo encurtou ainda o prazo de amortização da dívida pelo estudante. Hoje, o período é de três vezes a duração do curso, mais um ano adicional. Agora, esses 12 meses foram extintos.

Haverá ainda redução do teto da renda dos candidatos. Hoje, o Fies aceita renda familiar bruta mensal até 20 salários mínimos (R$ 15.760). O limite passará a ser renda familiar per capita de até 2,5 salários mínimos (R$ 1.970). O governo diz que 90% beneficiados têm esse perfil.

Janine reforçou que, agora, cursos com nota mais alta em avaliação do ministério terão prioridade na oferta.

Folha de S. Paulo