Notícias

Dívida pública avança 3,5% em junho e chega a R$ 2,58 trilhões
28/07/2015

 

Apenas em juros, foram acrescidos R$ 23,4 bilhões no total

 

DE BRASÍLIA

A dívida pública federal, que inclui os endividamentos interno e externo do governo, registrou avanço de 3,50% no mês de junho na comparação com maio e chegou a R$ 2,583 trilhões.

O número leva em consideração a soma das dívidas contraídas pelo Tesouro Nacional com a venda de títulos públicos para financiar os deficit no Orçamento.

A emissão de títulos superou os resgates em R$ 64,06 bilhões. Houve também acréscimo de R$ 23,4 bilhões da dívida em juros.

O estoque da dívida interna aumentou 3,81%, somando R$ 2,462 trilhões em junho. Já a dívida externa apresentou retração de 2,35%, totalizando R$ 121,28 bilhões no período.

As instituições financeiras continuam com a maior parte dos papéis emitidos, com 26,51% do total. Logo atrás estão os fundos de investimento, com 19,82%.

Já o volume de investidores estrangeiros que possuem títulos do Tesouro no mercado interno caiu, ao passar de 20,8% em maio para 20,04% em junho.

Na composição da dívida interna, a parcela dos títulos com remuneração prefixada subiu de 43,54% para 44,05%. Já a participação de títulos indexados a índices de preços caiu de 34,57% para 34,23%. Títulos remunerados por taxa flutuante fecharam junho em 21,14%, queda de 0,13 ponto percentual.

Folha de S. Paulo