Notícias

Prefeitura projeta Minhocão com até 40 jardins verticais
15/10/2015

 

THIAGO AMÂNCIO
DE SÃO PAULO

Enquanto a prefeitura não define o futuro do Minhocão, alvo de debate para ser demolido ou virar um parque, ele ficará um pouco mais verde.

O prefeito Fernando Haddad (PT) disse nesta quarta (14) que dez condomínios já confirmaram que vão receber jardins verticais nas empenas cegas (laterais de prédios onde não há janelas) de construções que ficam às margens do elevado Costa e Silva.

A prefeitura ainda negocia com outros e prevê que haverá entre 30 e 40 jardins desse tipo ao longo do Minhocão, entre a zona oeste e a região central de São Paulo.

Esse corredor verde será construído com R$ 12 milhões de compensação ambiental (valor pago por empresas para compensar possíveis degradações ao ambiente) devidos pela incorporadora imobiliária Tishman Speyer.

Um primeiro jardim foi implantado no Minhocão no último mês, também com recursos de compensação ambiental, ao custo de R$ 254 mil. Ele tem 5.378 mudas de 29 espécies distribuídas por 302 metros quadrados.

A manutenção dos jardins será feita pela administração municipal por um ano. Depois disso, Haddad vai abrir a área para patrocinadores, como já acontece em praças públicas. Um decreto que regulamenta esse patrocínio deve ser publicado pela prefeitura na semana que vem.

O prefeito já havia cogitado a proposta em conversa com membros do coletivo Movimento 90º, que busca a expansão das áreas verdes em SP e esperava expandir os jardins no Minhocão até 2016.

Folha de S. Paulo