Notícias

Acessa SP promove inclusão digital de 200 mil paulistas
06/01/2016

 

Há oito anos, Luciano Teixeira de Brito frequenta o posto do Acessa SP instalado no Poupatempo Santo Amaro. “Estou plenamente satisfeito. Eles esclarecem dúvidas e dão apoio a quem precisa. Dá para consultar a Nota Fiscal Paulista ou fazer inscrição em concursos”, diz. A supervisora da unidade de Santo Amaro, Sueli Aparecida Said da Silva, informa atender, em média, 500 usuários e, em dias mais movimentados, esse número chega a 600.

O posto de Santo Amaro é recordista em acessos aos computadores do programa Acessa SP, que registrou 4,3 milhões de atendimentos em 2015 feitos nas 850 unidades espalhadas por todo o Estado. Quase 200 mil pessoas usaram, gratuitamente, os equipamentos conectados à internet e os serviços disponíveis nesses locais. Nesta segunda-feira (4), a rede se expandiu com a inauguração do Poupatempo em Guaratinguetá (leia no boxe) que também possui uma unidade do Acessa SP instalada no local.

Frequentador assíduo do posto, Edison Cruz veio consultar um endereço na internet. Ele elogia a supervisora, que conhece a maioria dos usuários pelo nome, os atendentes – há quatro funcionários – e os serviços gratuitos. “É show de bola. Vem aqui que resolve mesmo”, afirma. Cruz costuma navegar pela internet, imprimir documentos e preencher currículo. Há ainda, no local, os voluntários do programa Escreve Carta, que auxiliam o usuário com dificuldade de digitar o documento.

Inclusão social – A coordenadora de recursos internos do Poupatempo de Santo Amaro, Simone Tomoyosse, diz que “a comunidade estabeleceu laços com o local. Além dos serviços do Poupatempo, o cidadão pode usar os computadores gratuitamente. Fazemos a inclusão social”.

A maior procura é no setor de emissão de RG, principalmente por causa do acordo do Mercosul, que permite substituir o passaporte de turistas brasileiros pelo RG, desde que emitido há até no máximo 10 anos. A demanda por emissão de título de eleitor cresceu com a inclusão da biometria e os serviços prestados pelo Creci (instalado em junho de 2013) conquistam público.

Maria Francisca Sousa Rios é a única mulher a ocupar uma das 20 máquinas instaladas no local. Sueli estima que 90% do público é do sexo masculino, e a maioria vem de segunda a quarta-feira. Nos outros dias (de quinta a sábado), chegam os estudantes para fazer pesquisas escolares, digitar trabalhos ou imprimir boleto para pagamento de mensalidade.

Gratuitos – Há dois anos, Maria Francisca frequenta o Acessa SP justamente para pesquisa de estudo, conferir novidades e somente navega nas redes sociais quando sobra tempo. Ela diz que seu próximo projeto é se inscrever num dos inúmeros cursos eletrônicos oferecidos pelo programa (ver serviço). “É importante ter força de vontade e aprender mais”, diz. Sueli esclarece que os minicursos, elaborados pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), estão estruturados em módulos e podem ser feitos nos postos do Acessa SP, em casa, ou outro local que tenha computador conectado à internet.

A supervisora destaca que basta fazer o cadastro para se matricular (on-line) nos cursos gratuitos, que têm oferta permanente. Cada aula (ou módulo) dura em média 30 minutos, tempo de uso do computador nos postos. Esse período pode ser renovado, pelos atendentes, enquanto a unidade estiver aberta, das 7 às 19 horas durante a semana, e das 7 às 13 horas aos sábados. Basta seguir a ordem de chegada ou fila de espera, comum no posto de Santo Amaro.

Beatriz Pereira diz “vir apenas com propósito definido”, desde 2005, cinco anos após a inauguração do posto, em julho de 2000. Quando tem tempo livre ela confere os posts das redes sociais e conta que gostaria de participar dos cursos on-line. “Interesso-me por tudo relacionado ao ativismo”, conta. Outra facilidade é a instalação de rede wi-fi em 153 postos para o cidadão conectar seus dispositivos (como smartphone, por exemplo). Desde o ano 2000, os postos do Acessa SP fizeram 83,7 milhões de atendimentos e cadastraram 3 milhões de usuários.

Acessinha – Uma casinha de Papai Noel, feita pelos funcionários com papel reciclável, atrai a atenção da criançada que chega para brincar no Acessinha, enquanto a família recorre aos serviços ofertados pelo Poupatempo e pelo Acessa SP. Maélia Rodrigues Pereira veio providenciar nova via do RG e deixou a filha Quézia Rodrigues Nunes, 4 anos, se divertir com os brinquedos do local (fruto de doações). Casinhas, bonecas, origamis, desenhos e outras atividades estão disponíveis. “Ela está adorando”, diz.

A atendente do Acessinha, Thais Santos Gonzaga, explica que é preciso apresentar documento do responsável e da criança e fazer o cadastro para usufruir o ambiente que acolhe crianças de 4 a 10 anos. “É seguro. Apenas o responsável pode retirar a criança”, afirma Adriana Ramos Pereira, que deixou seu filho Lucas aproveitar o tempo usando um dos quatro tablets disponíveis. “São muitos joguinhos. Posso baixar outros, se quiser. É como em casa: só posso baixar se for grátis”, explica.

Adriana diz ser “excelente” o serviço e “importante para a convivência das crianças. Para elas, é cansativo se deslocar de um lado para o outro com os pais e ficam impacientes com a espera”. Thais destaca que há filmes disponíveis para os pequenos e programação especial em algumas datas, como Páscoa e Dia das Crianças. O Acessinha em Santo Amaro foi inaugurado em maio de 2015.

Poupatempo em Guaratinguetá

Inaugurado oficialmente no dia 4, o Poupatempo Guaratinguetá oferece os serviços mais procurados: RG, Atestado de Antecedentes Criminais, internet gratuita pelo programa Acessa SP e serviços públicos on-line (multas de trânsito, pontos na CNH). A nova unidade emprega 60 colaboradores e tem capacidade de executar mil atendimentos diários para a população da região, estimada em 460 mil moradores.

O Executivo paulista investiu R$ 2 milhões em sua construção, sendo R$ 1,1 milhão vindo da prefeitura. A unidade foi aberta ao público, em fase de teste, em 21 de dezembro; em cinco dias úteis foram prestados 3 mil atendimentos. Funciona na Praça Brito Broca, 100 – Largo do Matadouro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas; aos sábados, das 8 às 12 horas.

SERVIÇO

Para consultar os cursos eletrônicos disponíveis e se cadastrar, acesse http://minicursos.acessasp.sp.gov.br

DOE, Executivo I, 06/01/2016, p. IV