Notícias

Mais oito unidades da Saúde são certificadas pela ONA
12/01/2016

 

Mais oito unidades estaduais de saúde foram certificadas pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), em razão da excelência no serviço de atendimento e do desempenho no decorrer dos últimos anos. São os institutos de Radiologia e de Ortopedia e Traumatologia, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); o AME Barradas; o Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini; os hospitais gerais de Itapevi e de Itapecerica da Serra; o Hospital Regional do Vale do Paraíba; e o Hospital Estadual Américo Brasiliense. No total, 24 unidades estaduais estão certificadas, oito delas com o selo “Acreditado”; sete no parâmetro “Acreditado Pleno”; e nove com o nível máximo: “Acreditado com Excelência”.

O certificado de bronze (“Acreditado”) é designado para as instituições que atendem aos critérios de segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais. Instituições que, além de atender aos critérios de segurança, apresentam gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades recebem o certificado de prata (“Acreditado Pleno”). No caso de apresentar excelência em gestão, ou seja, uma cultura organizacional de melhoria contínua com maturidade institucional, a unidade recebe o parâmetro do certificado de ouro (“Acreditado com Excelência”).

Na capital paulista e Grande São Paulo, 19 unidades entre hospitais e Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) têm os certificados, entre eles os hospitais estaduais de Sapopemba, Mario Covas e Vila Alpina, o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e o Centro de Reabilitação Lucy Montoro, em São José dos Campos.

A ONA é uma entidade não governamental sem fins lucrativos, que promove o processo de acreditação, que se pauta por três princípios fundamentais: voluntário (a unidade de saúde escolhe ser avaliada), periódico (avaliações constantes durante o período de validade do certificado) e reservado (as informações coletadas pela organização no processo de avaliação não são divulgadas).

DOE, Executivo I, 12/01/2016, p. III