Notícias

SP conclui contratação de sistemas para a operação da linha 13-Jade da CPTM
26/01/2016

 

Governo autorizou lançamento de editais para a aquisição de oito novas composições. Linha ligará capital ao município de Guarulhos

 

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta terça-feira (26), a publicação de concorrências para contratar os sistemas de sinalização, de monitoramento de vias e de telecomunicações da nova Linha 13-Jade, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Também será lançada a concorrência para aquisição de oito novas composições para atender a linha, que ligará a capital ao município de Guarulhos, chegando ao aeroporto internacional. Também foi dada a ordem de serviço para início do contrato de energia.

"Nós estamos autorizando hoje o lançamento dos editais para a compra de oito trens. São oito trens dos mais modernos, com ar condicionado, vagão contínuo para ir do primeiro ao oitavo carro com o trem andando, câmeras de vídeo, maior motorização e bagageiros. Como o trem vai para o aeroporto, as pessoas poderão levar suas malas e suas bagagens com mais conforto", disse o governador Geraldo Alckmin.

O contrato de energia consiste na elaboração de projeto e implantação de três subestações, cabine seccionadora, linha de transmissão e telecontrole de energia, ligado ao Centro de Controle de Operações. Com isso, todos os sistemas necessários para operação da Linha 13-Jade já estão contratados. O investimento total estimado nas novas contratações é de cerca de R$ 600 milhões.

Os trens dessa linha serão equipados com bagageiros para atender também quem vai viajar por meio do Aeroporto Internacional de Guarulhos. As primeiras unidades começarão a ser entregues em 2017. A composição será formadas por 8 (oito) carros e terão salão contínuo. Também contarão com ar condicionado, câmeras de vigilância, iluminação interna com lâmpadas de led, sistema multimídia aos passageiros, sistema de detecção e extinção de incêndio, mapa de linha eletrônico acima das portas.

Com 170 m de comprimento, as composições atendem às exigências das Normas Brasileiras de acessibilidade e contam com todos os dispositivos de acessibilidade visuais e sonoros, como sinalização visual para identificação de assentos preferencias, sinalização sonora e visual de abertura e fechamento de portas, mapa dinâmico das linhas, painel eletrônico de lado de desembarque e local das estações concomitante com áudio, espaço para cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência física.

Mobilidade

A Linha 13-Jade terá 12,2 quilômetros de extensão, sendo que uma parte do trajeto será feita em superfície (4,3 km) e outra em elevado (7,9 km). Os trens partirão da Estação Engenheiro Goulart, na Linha-12 Safira, que está sendo reconstruída, e terão como destino duas novas estações em Guarulhos: Cecap e Aeroporto. Todas as estações terão acessibilidade nos elevadores, piso podotáteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas e escadas rolantes para conforto dos passageiros.

A integração com outros meios de transporte também faz parte do projeto de implantação da Linha 13-Jade. A Estação Cecap terá um dos acessos transpondo o viário que permitirá integração, por exemplo, com a Rodoviária de Guarulhos. A Estação Aeroporto também terá um acesso para a passagem para o Terminal Metropolitano Taboão (Guarulhos). Assim, a Linha 13-Jade representa um salto de qualidade na infraestrutura de mobilidade para os moradores dessas regiões, pois eles poderão se deslocar até 22 cidades do Estado por meio das linhas da CPTM, terão acesso à rede de Metrô e serão beneficiados com a redução do tráfego de veículos, hoje o principal meio de acesso ao Aeroporto Internacional de São Paulo.

O investimento total na obra é da ordem de R$ 1,8 bilhão e prevê que 120 mil pessoas por dia sejam beneficiadas por essa nova opção de transporte mais eficiente, rápida e barata. O valor da tarifa será o mesmo cobrado em todo o sistema metroferroviário, que atualmente é de R$ 3,80.

Do Portal do Governo do Estado