Notícias

Adultos buscam educação básica na rede estadual
15/04/2016

 


O número de jovens e adultos formados pela rede estadual dobrou. Levantamento dos últimos dois anos feito pela Secretaria de Estado da Educação mostra que as 31 unidades dos Centros Estaduais de Educação de Jovens e Adultos (Ceeja) formaram 10.601 alunos no ano passado ante 4.039 em 2013. A maioria deles (67%) tem entre 18 e 29 anos de idade. Ainda de acordo com a pesquisa, 36% dos estudantes estão desempregados ou são prestadores de serviço (sem registro formal em carteira). Também chama a atenção o tempo de afastamento da escola desses adultos: 49% ficaram de oito a 11 anos longe dos estudos. Por outro lado, os motivos para o retorno variam entre a conquista do diploma do ensino básico e o crescimento no trabalho.


No modelo oferecido pelos centros, a carga horária é flexível. Todos os matriculados recebem, após inscrição, roteiro de estudos. Em casa ou no  trabalho, eles completam as lições e vão às escolas para realizar as provas ou sempre que surgir alguma dúvida.


Outra vantagem é que a matrícula pode ser feita em qualquer período do ano; e a duração do curso depende da disponibilidade de cada aluno. O tempo médio de conclusão do curso é entre seis meses e um ano. A frequência também tende a ser alta: mais de 80% dos alunos procuram o Ceeja, ao menos, uma vez por semana.


Ainda de acordo com a pesquisa, os alunos dedicam de uma a duas horas de estudo diário e utilizam a internet para ampliar o aprendizado. Leia mais em http://goo.gl/iVBSWc.


DOE, Executivo I, 15/04/2016, p. I