Notícias

CDHU expõe casa modelo de qualidade
19/04/2016

 


A casa modelo da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), que atende famílias de baixa renda, foi uma das atrações da 22ª Feicon Batimat – Salão Inter na cional da Construção, que se encer rou no sábado, 16, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.


Projetado conforme as normas do desenho universal, atual padrão incorpora uma série de inovações em habitação de interesse social


Montada com blocos cerâmicos e seguindo o atual padrão construtivo da companhia, adotado a partir de 2008, a casa modelo oferece mais qualidade de vida e conforto aos moradores.


Desde que receberam o novo modelo construtivo, os imóveis são projetados conforme o desenho universal e incorporaram uma série de inovações nas moradias de interesse social. Com acréscimo médio de 10% na área construída das unidades, o recurso do desenho universal consiste em adaptações na planta do imóvel para promover a acessibilidade para pessoas com deficiência física temporária ou permanente, bem como aquelas com estatura diferenciada, que são obesas ou têm mobilidade reduzida, como idosos, gestantes e crianças.


Uma das preocupações do novo padrão é garantir espaço suficiente para manobras de cadeira de rodas. Interruptores, tomadas e registros ficam em alturas acessíveis a todos os usuários. Os empreendimentos são dotados de rampas, guarda-corpos, pisos com faixas de sinalização para pessoas com deficiência visual e guias rebaixadas, além de lavanderia coberta.


Sustentabilidade – Hoje, o modelo mais utilizado pela CDHU é a casa térrea com área construída de 56,67 metros quadrados, dois dormitórios e fundação pronta para construir o terceiro dormitório, caso o morador queira ampliar a sua unidade.


O pé-direito de 2,6 metros de altura permite melhorias na iluminação e na ventilação da moradia. Os imóveis possuem acabamento de piso cerâmico em toda a residência, azulejos na cozinha e no banheiro, esquadrias de alumínio, estrutura de metal nos telhados e laje. Na parte externa, há muro de divisa entre os lotes para maior segurança e privacidade dos moradores.


Com foco na sustentabilidade e na preservação do meio ambiente, as unidades habitacionais são projetadas com tecnologias que economizam água, energia elétrica e utilizam materiais menos impactantes. Um item importante é o aquecedor solar para a água do chuveiro, que, além de reduzir os impactosambientais, diminui em até 30% a conta deconsumo de energia elétrica. São também utilizados equipamentos redutores de consumo de água – bacias sanitárias com volume de descarga menor e torneiras dotadas de arejadores, que regulam o fluxo de água.


Outro cuidado diz respeito aos materiais empregados nos empreendimentos, cuja escolha segue todas as normas técnicas e são certificados pelo Qualihab, programa de qualidade do Governo do Estado. A CDHU utiliza como solução estrutural a alvenaria armada, o que traz redução de custo. Nesse caso, a construtora pode optar pelo bloco cerâmico estrutural ou de concreto.


DOE, Executivo I, 19/04/2016, p. II