Notícias

Cidade de Caraguatatuba terá novo hospital regional
28/04/2016

 

Unidade terá 184 leitos e será totalmente voltada ao atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde

 

Uma importante notícia para a população de Caraguatatuba. O governador Geraldo Alckmin anunciou a abertura nesta sexta-feira (29) das propostas apresentadas para construção do novo hospital regional do município, no litoral norte.

"Amanhã, nós abriremos os envelopes com as propostas do processo licitatório para a construção do novo hospital. Foi um longo trabalho para definição do local, conseguimos o financiamento e fizemos o projeto executivo. Então, agora, é a fase para iniciar as obras. Acredito que no máximo em 60, 90 dias, a gente já consiga dar início às obras e, em 30 meses, o hospital estará pronto", disse Alckmin.

O fututo Hospital Regional de Caraguatatuba prestará atendimento integral e humanizado aos pacientes em urgência e emergência, internações agudas e cirurgias eletivas, de forma regionalizada. É totalmente voltado ao atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e abrangerá os municípios de Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela.

Com uma área construída de aproximadamente 25,3 mil m², a unidade de saúde terá seis pavimentos e um heliponto. Contará com 186 leitos operacionais, distribuídos em: 48 de clínica médica, 48 de clínica cirúrgica, 25 de ortopedia e traumatologia, 25 de neurocirurgia e 40 leitos de UTI Adulto. O pronto-socorro será referenciado e especializado em casos de média e alta complexidade.

Trata-se de uma parceria inédita com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). O hospital integra o programa estadual “Saúde em Ação” e terá um investimento de cerca de R$ 250 milhões para realização da obra e compra de equipamentos e mobiliário da unidade.

Somente para a construção está previsto o investimento de R$ 185 milhões, além de R$ 65 milhões para a compra de equipamentos e mobiliários. A expectativa é que as obras sejam iniciadas ainda neste semestre e devem ser concluídas em 24 meses.

Do total a ser investido por meio da parceria, 70% são provenientes do empréstimo firmado com o BID e 30% são de recursos do Tesouro do Estado. As regiões que irão receber os investimentos do BID foram escolhidas pela Secretaria após um estudo que teve como critérios questões epidemiológicas e necessidades regionais. Os recursos terão o prazo de cinco anos para serem utilizados.

É importante lembrar que na alta temporada existe um acréscimo de população flutuante equivalente a cinco vezes a população fixa, o que contribui no aumento da necessidade de assistência na região.

Há ainda a previsão de outros investimentos no litoral norte e região, como a construção de sete Caps (Centros de Atenção Psicossocial) em Ilha Bela, Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba. Também estão previstas as reformas da ala psiquiátrica da Santa Casa de Caraguatatuba, de duas UBS’s (Unidade Básica de Saúde) em Ubatuba e São Sebastião e do DRS (Departamento Regional de Saúde) de Taubaté.

Do Portal do Governo do Estado