Notícias

Governo de SP assina convênios com startups para aprimorar prestação de serviços públicos
04/05/2016

 

Parceria surgiu da primeira edição do programa Pitch Gov SP; total de 12 novas empresas assinarão convênios

 

O Governo paulista está atento às inovações tecnológicas que surgem diariamente. Para tanto, está trabalhando com parcerias de startups para contribuir com a melhora na prestação de serviços públicos. Por meio do programa Pitch Gov SP, o Governo do Estado de São Paulo assinou nesta quarta-feira (4), convênios com as startups GetNinjas, iaiNet, Hand Talk, Nama, Saúde Controle e Memed. As parcerias visam melhorar a prestação de serviços públicos no AcessaSP, Poupatempo, Iamspe e Fundo Social de Solidariedade (FUSSESP).

O Fundo Social de Solidariedade capacitou desde 2011 mais de 145 mil pessoas para o mercado de trabalho. A startup GetNinjas aproxima esse profissional da oportunidade de trabalho, e com escolha feita por geolocalização. “Muitas pessoas já conseguiram emprego e essa ferramenta é uma nova solução, mais ágil, para conseguir rapidamente um trabalho perto de casa. Queremos em vez de dar o peixe, ensinar a pescar. Incentivamos as pessoas a irem em busca dos seus sonhos e esse é um importante instrumento na vida delas”, comentou a primeira dama do Estado e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lu Alckmin.

Ao mesmo tempo em que se abre às inovações com enorme capital intelectual, o Governo também estimula a inclusão, o emprego e incentiva novos empreendedores digitais.

Para a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Batistella, outra startup que se sobressai é a Hand Talk. “Esta ferramenta materializa uma proposta muito clara, que é a acessibilidade comunicacional. O Governo de São Paulo têm sites acessíveis para quase todas as questões, mas faltava essa janela, faltava a janela de libras, faltava essa facilidade de ter em tempo real aquilo que acontece no mundo inteiro e que está disponível no site do Governo, para que as pessoas com deficiência auditiva também fossem beneficiadas por esse conhecimento”, disse a secretária.

Saiba mais sobre as startups que assinaram convênios com o Estado:

GetNinjas

O convênio com a plataforma GetNinjas permitirá que os alunos dos cursos da Escola de Qualificação Profissional do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), divulguem seus serviços na plataforma virtual de oportunidades da empresa. Após se formar, o aluno que tiver interesse terá gratuitamente por um período de 6 meses, uma oportunidade a mais de inserção no mercado de trabalho, com o uso de uma ferramenta que ajuda na promoção e na intermediação dos serviços prestados.

O Programa Pitch Gov SP desafiou novas empresas a pensar soluções para a administração pública nas áreas de Educação, Facilidades ao Cidadão e Saúde. A proposta da GetNinjas se enquadrou na categoria Facilidades ao Cidadão e beneficiará os cursos das Escolas da Moda, Beleza e Construção Civil, oferecidos pelo Governo do Estado, por meio do FUSSESP.

A plataforma já conta com mais de 120 mil profissionais cadastrados e permite que um cliente encontre até cinco profissionais em um raio próximo de sua localização, de costureiras a professores de inglês, de manicures a encanadores, por exemplo. Os profissionais escolhidos entram em contato em até 24 horas para entender detalhes das solicitações dos clientes, que ficam livres para contratar o profissional que desejar. A empresa é a maior plataforma de contratações no ramo no Brasil e já recebeu prêmios como melhor startup brasileira e latino-americana.

O convênio entre o Governo do Estado e a startup facilita tanto o acesso da população aos serviços especializados prestados pelos profissionais formados pelo programa da FUSSESP, quanto a inserção dos alunos no mercado de trabalho. A ferramenta enviará aos alunos SMS e e-mail com o contato e descrição dos serviços solicitados pelos clientes.

Ao final dos seis meses, empresa GetNinjas entregará ao FUSSESP um relatório final com as informações das oportunidades que cada usuário recebeu ao longo do período teste. Dessa forma, o Fundo de Solidariedade poderá aprimorar seus cursos com base na avaliação dos resultados, como abrir mais vagas para aqueles que têm mais procura de mercado.

Hand Talk

A empresa Hand Talk oferece uma ferramenta para tradução automática de conteúdo em linguagem de sinais. A solução promove a acessibilidade de deficientes auditivos – uma parcela dessa população prefere acessar conteúdos em Libras e apenas cerca de 30% desse segmento é alfabetizada em Língua Portuguesa. A parceria com a empresa Hand Talk se dará em duas frentes, no site da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) e em postos do Poupatempo.

A plataforma Hand Talk será disponibilizada no site da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência por um período de 90 dias. Nos postos do Poupatempo foram selecionadas informações de serviços específicos que serão adicionadas à um QRCode, permitindo que o cidadão deficiente auditivo acesse a tradução diretamente do seu smartphone.

O serviço já está disponível em mais de dois mil sites e o aplicativo tem mais de meio milhão de downloads.

Nama

A empresa Nama é responsável pelo desenvolvimento de uma plataforma que interage virtualmente com os usuários, facilitando a comunicação entre prestadores de serviços e clientes. A solução possibilitará que o governo e o cidadão se comuniquem de forma automática e personalizada.

Um atendente virtual realizará a comunicação do cidadão com o Poupatempo, fornecendo informações sobre os serviços prestados pelos postos de atendimento e realizando agendamentos de forma ágil por meio do chat no portal Poupatempo e pelo Messenger na página de Facebook do Poupatempo, por um período de 90 dias.

IaiNet

A empresa iaiNet, fundada em 2012, oferece uma ferramenta de gestão de wi-fi em ambientes públicos e privados que possibilita o acompanhamento e a gestão de conteúdos para públicos direcionados. A parceria entre a iaiNet e o Governo do Estado de São Paulo ocorrerá no AcessaSP, em quatro postos do atendimento do programa de inclusão digital.

O teste permitirá a utilização de uma ferramenta de cadastro que facilita o acesso à Internet sem fio, uma vez que o usuário poderá se conectar por meio do seu dispositivo móvel utilizando login e senha já usados em redes sociais.

Além disso, condicionado à assinatura do termo de uso pelo usuário, a ferramenta identifica o perfil do cidadão que acessou a internet sem fio, por meio de informações originárias do cadastro, como idade, gênero e escolaridade. Com mais conhecimento sobre o perfil do usuário que utiliza o AcessaSP será possível ofertar conjuntos de serviços e oportunidades públicas direcionados.

Saúde Controle

Trata-se de uma plataforma que organiza as informações médicas dos pacientes. O teste com a solução será feito primeiro no Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo (Iamspe) e deverá, em uma segunda etapa, ser expandido para toda rede da Secretaria do Estado da Saúde.

A plataforma Saúde Controle permite que os usuários organizem seus históricos médicos em um único ambiente virtual, armazenando informações sobre cirurgias, consultas médicas, exames laboratoriais, utilização de medicamentos, entre outros. A ferramenta facilita o diagnóstico por parte do médico, que consegue acessar todas as informações em um só lugar. Além disso, outra funcionalidade da solução é o envio de notificações sobre agendamento de consultas e remédios.

A parceria no Iamspe será feita com um grupo específico de pacientes com doenças crônicas, por um período de seis meses. O teste permitirá entender o engajamento da população com a ferramenta e os benefícios da sua utilização.

Memed

A Memed é uma plataforma para prescrição eletrônica de medicamentos, gratuita e exclusiva para médicos, com informações organizadas e atualizadas de todos os medicamentos disponíveis para consulta e prescrição no mercado brasileiro. Com a ferramenta de prescrições online, basta ao médico digitar o nome do medicamento que deseja prescrever e imprimir a receita diretamente da tela do computador para as mãos de seus pacientes. Dessa forma, garante-se uma receita legível e que o médico tenha acesso aos medicamentos mais atuais.

No contexto do Pitch Gov SP, o teste será realizado primeiro no Hospital do Servidor Público Estadual (Iamspe) e em seguida, na Secretaria de Saúde. No Iamspe, pretende-se solucionar o problema da falta de padronização na emissão de prescrições das clínicas médicas conveniadas, dificultando, consideravelmente, a dispensação dos medicamentos prescritos junto à sua Farmácia Ambulatorial do hospital. Com a Secretaria de Saúde, o teste será realizado no Hospital Pérola Byington.

Do Portal do Governo do Estado