Notícias

Carretas de mamografia já atenderam 80 mil mulheres no estado
06/05/2016

 

Mais de 1.100 casos foram encaminhados para tratamento; serviço é gratuito para mulheres paulistas com idade entre 50 e 69 anos

 

Em dois anos, 80 mil mulheres já foram atendidas pelo programa "Mulheres de Peito" em 105 municípios paulistas. E mais de 1.100 casos foram encaminhados para tratamento. A iniciativa do Governo do Estado de São Paulo é pioneira e visa a detecção precoce do câncer de mama. Unidades móveis percorrem o estado e realizam exames de mamografia gratuitos.

Além de mamógrafo, as carretas são equipadas com aparelho de ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antena de satélite, computadores, mobiliários e sanitários.

O serviço ainda conta com uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia, profissionais de enfermagem, funcionários administrativos e um médico ultrassonografista.

Nas unidades móveis, as mulheres podem fazer exames de mamografia de segunda à sexta-feira, das 9h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h. As imagens captadas pelos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi), serviço da Secretaria da Saúde que emite laudos à distância, na capital paulista. O resultado fica pronto em até 48 horas após a realização do procedimento.

Podem realizar o exame gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) mulheres paulistas com idade entre 50 e 69 anos, no mês em que comemoram aniversário, sem a necessidade de apresentar pedido médico. Pacientes fora dessa faixa etária também poderão realizar os exames, mas desde que tenham em mãos um pedido médico, que pode ter sido emitido tanto pela rede pública quanto particular.

Como agendar

Para fazer o agendamento da mamografia basta ligar para a central de atendimento da Secretaria de Estado da Saúde, pelo número 0800 779 0000, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O atendimento está disponível em todo o Estado, em mais de 300 serviços de saúde com mamógrafo, como AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), hospitais do Estado e clínicas conveniadas. Além disso, quatro carretas do programa percorrem os municípios paulistas para a realização gratuita do exame.

Do Portal do Governo do Estado