Notícias

Meirelles anunciará presidente do Banco Central na segunda-feira
13/05/2016

 

Ministro da Fazenda disse que o foco do início de sua gestão será a política fiscal e destacou a gravidade da crescente dívida pública

 

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que deve anunciar na segunda-feira (16) o nome do novo presidente do Banco Central.

Em entrevista à GloboNews, Meirelles afirmou que o foco do início de sua gestão será a política fiscal e destacou a gravidade da crescente dívida pública.

“Os números de despesas aumentam a cada dia e o déficit está maior do que se pensava. Precisamos dizer ao povo brasileiro a verdade e, a partir daí, estabelecer uma meta de corte de despesas”, disse.

Segundo Meirelles, os cortes de gastos devem focar “despesas que não são necessárias para o crescimento econômico”.

“Despesas que não têm caráter social podem ser cortadas para o controle do gasto público”, explicou.

Os cortes e uma meta fiscal realista devem servir de combustível para a retomada da confiança e, por consequência, do crescimento econômico e do emprego.

Sobre a Previdência, Meirelles destacou a necessidade de reforma que garanta ao trabalhador de hoje o recebimento de seu direito no futuro e que, para isso, é preciso gerir melhor os recursos.

“Com o crescimento da população e da idade média, temos o crescimento das despesas. Precisamos controlar isso para que todos os brasileiros tenham certeza que vão receber sua aposentadoria”, disse.

Meirelles, que foi presidente do Banco Central, no governo Lula disse que alguns avanços conquistados naquela época foram mantidos, como a expansão do mercado consumidor. No entanto, apontou que o aumento do desemprego e diminuição da renda da população que ascendeu à classe média recentemente são prejuízos do governo Dilma Rousseff.