Notícias

Pesquisadoras da Unesp criam plástico comestível
22/06/2016

 

Trabalho é desenvolvido no Departamento de Física e Química no campus de Ilha Solteira, e conta com parceria da iniciativa privada

 

Pesquisadoras da Unesp em Ilha Solteira (SP) criaram um plástico comestível a partir de óleos essenciais e de cascas de crustáceos. Trata-se de um plástico que pode ser ingerido pelo organismo.

O trabalho é desenvolvido no Departamento de Física e Química da Universidade Estadual Paulista no Grupo de Compósitos e Nanocompósitos Híbridos (GCNH).

Entre os benefícios do material, que não tem petróleo na composição, é que ele pode ser usado em embalagens, o que geraria menos lixo. Além disso, pode agregar sabor aos alimentos e fazer bem à saúde.

A empresa Embrapa é parceira no desenvolvimento desse novo material.

As informações são da Unesp.

Do Portal do Governo do Estado