Notícias

Alckmin recebe presidente de Portugal no Palácio dos Bandeirantes
06/08/2016

 

Cooperação bilateral e cenários político e econômico das regiões serão discutidos no encontro

 

O governador Geraldo Alckmin recebeu neste sábado (6), no Palácio dos Bandeirantes, o presidente de Portugal Marcelo Rebelo de Sousa. Eleito no início deste ano, Rebelo faz sua primeira visita a São Paulo. Durante o encontro, foram discutidos cenários político e econômico, ações de cooperação bilateral, o Museu da Língua Portuguesa e a Escola de Portugal.

"É uma grande honra e uma grande alegria receber o presidente de Portugal, o amigo do Brasil e de São Paulo, até com familiares radicados aqui, uma neta brasileira e paulistana, e com ele celebrarmos boas parcerias. Conversamos sobre o Museu da Língua Portuguesa, o museu interativo, ponto de união entre os países lusófonos com grande perspectiva, e através desse trabalho poderemos ampliar ainda mais a presença dos nossos países em vários outros continentes. Também conversamos sobre investimentos recíprocos, sobre parcerias, educação, enfim, uma pauta vasta", disse Alckmin.

"Também falamos de outros projetos culturais. Um deles, a escola portuguesa aqui em São Paulo e um intercâmbio cultural na Bienal de SP", complementou o presidente de Portugal.

Segundo Ana Paula Fava, responsável pela Assessoria Especial para Assuntos Internacionais (AEAI) do governo paulista, atualmente São Paulo e Portugal têm protocolos de intenção assinados nas áreas de educação, investimentos e meio ambiente (resíduos sólidos). "Essa visita é uma excelente oportunidade para estreitarmos laços e ampliarmos a cooperação entre as duas regiões", afirma.

A última visita oficial de um presidente português a São Paulo aconteceu em 2011 quando o governador Geraldo Alckmin e o então presidente português Cavaco Silva participaram da comemoração do 99º aniversário da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil.

Comitivas

Cada delegação será composta por quatro autoridades. Do lado de Portugal, participam do encontro com o governador Alckmin, o embaixador de Portugal no Brasil Francisco Ribeiro Teles, o assesssor para Assuntos Internacionais do presidente português José Augusto Duarte, o chefe do Protocolo do estado de Portugal, Antonio de Almeida Lima e o cônsul-geral de Portugal em São Paulo, Paulo Lourenço. Ana Paula Fava, da AEAI, o secretário da Educação José Renato Nalini, o secretário da Cultura José Roberto Sadek e o chefe interino do ERESP (escritório do Ministérios das Relações Exteriores em São Paulo) José Luiz Medeiros compõem a delegação paulista.

Escola Portuguesa

Em 2014 foi assinado protocolo de intenções entre a Secretaria estadual da Educação e o Ministério de Educação Português com o objetivo de instalar uma Escola Portuguesa em São Paulo nos mesmos moldes de outras escolas internacionais no estado.

O assunto ainda está em discussão entre as partes.

Museu da Língua Portuguesa

A Assembleia da República Portuguesa aprovou no início deste ano projeto de cooperação institucional e operacional que apóia a recuperação do Museu da Língua Portuguesa. Em 21 de dezembro de 2015, o Museu foi destruído por um incêndio.

"Nós já estamos com um projeto de restauração do prédio e de modernização do Museu totalmente digitalizado, acervo protegido e mais moderno, interativo", explicou o governador.

"Mais do que um monumento do passado uma homenagem do passado, é mais do que sobretudo uma aposta no futuro", destacou Rebelo.

Portugal e Brasil

Portugal é o 40º parceiro do Brasil. Em 2014, os investimentos brasileiros em Portugal atingiram o recorde de US$4,3 bilhões. Atualmente cerca de 600 empresas portuguesas atuam no país.

Do Portal do Governo do Estado