Notícias

Santa Casa de São Paulo começa a testar vacina contra a dengue
19/08/2016

 

Serão cerca de 17 mil voluntários em 13 cidades para testar a vacina

 

Desde quarta-feira (17), a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo realiza testes em humanos para a primeira vacina brasileira contra a dengue, desenvolvida pelo Instituto Butantan, unidade da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo.

Mais de mil pessoas entre 18 e 59 anos participarão do estudo. Essa é a última etapa antes de a vacina receber aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Os voluntários foram escolhidos pelo Programa Estratégia de Saúde da Família.

Testes como esse já estão em andamento em Manaus (AM), Boa Vista (RR) e Porto Velho (RO); Porto Alegre (RS) e em mais dois locais no estado de São Paulo: Hospital das Clínicas (USP) e Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. São 14 centros de teste credenciados pelo Butantan, totalizando mais de 17 mil voluntários em 13 cidades.

A vacina, feita em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH), é produzida com vírus enfraquecidos da doença. "Com os vírus vivos, a resposta imunológica tende a ser mais forte, mas, como estão enfraquecidos, eles não têm potencial para provocar a doença. A vacina deve proteger contra os quatro sorotipos da dengue com uma única dose", explica o diretor do Instituto Butantan, Jorge Kalil.

A última etapa consiste em aplicar a vacina a 2/3 dos voluntários, enquanto 1/3 receberá um placebo (substância com neutralidade de efeitos). O objetivo é saber se quem tomou o remédio real ficou protegido e quem tomou o placebo contraiu a doença.

Do Portal do Governo do Estado