Notícias

IFUSP oferece mais de mil aulas de física no YouTube
01/09/2016

 

Lançado neste mês na internet, o canal de vídeos Física Universitária recebeu mais de 10,1 mil inscritos no YouTube. Gratuito, o programa de aulas a distância é uma iniciativa da equipe do pesquisador Gil da Costa Marques, docente titular do Departamento de Física Experimental do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IFUSP) e professor da Universidade Virtual do Estado (Univesp).

O canal oferece 1.040 videoaulas de física – com duração inferior a 30 minutos cada. Os assuntos são divididos em tópicos: Mecânica (5 diferentes), Eletromagnetismo (3), Óptica, Oscilações e Ondas, Gravitação, Física Geral, Termodinâmica, Mecânica dos Fluidos, Física Quântica, Teoria da Relatividade e Física Moderna.

“O canal pretende apresentar conteúdo de modo dinâmico e correto sob o ponto de vista científico. Outra proposta é sempre ser fonte confiável de informações na internet”, relata o professor Marques. Segundo ele, os roteiros das vídeo-aulas são baseados em trechos de livros de sua autoria, ainda inéditos, e as lições foram concebidas a princípio para serem usadas como material didático auxiliar de professores de licenciatura do ensino médio.

Viral – O material foi produzido de 2014 a 2015. Durante as gravações, o professor e equipe decidiram ampliar o escopo do trabalho, incluindo experimentos sobre diversos temas e abordar noções básicas e complexas da física. Na avaliação dos responsáveis, essa é uma das explicações sobre o porquê os vídeos despertam tanto interesse na web apenas dez dias do seu lançamento.

Para localizar o acervo no YouTube, basta digitar Física Universitária no campo de procura do site de vídeos e clicar no primeiro resultado listado depois dos anúncios. O público inscrito no canal tem perfil diversificado: inclui alunos e professores do ensino médio público e privado; de cursinhos pré-vestibulares; e docentes e universitários de todas as áreas do conhecimento.

Experiência – O professor Marques foi um dos pioneiros na instalação do ensino a distância na USP – modalidade de ensino oferecida pela universidade pública paulista desde 2010. Além dele, o canal Física Universitária tem a colaboração dos docentes Cláudio Furukawa e Ewout ter Haar, e na equipe do IF há mais quatro funcionários responsáveis por secretariar o programa, esclarecer as dúvidas ao público (on-line) e administrar o canal no YouTube.

“Não há improviso nas aulas, todas são concebidas previamente”, sublinha o docente. Para tirar dúvidas, o interessado deve se manifestar na seção de comentários do vídeo referente à lição apresentada. E para localizar conteúdos publicados, a recomendação é pesquisar sobre eles na página inicial do canal (ver serviço).

DOE, Executivo I, 01/09/2016, p. II