Notícias

SP investiga e pune casos de maus-tratos a animais
4/10/2016

 

Governo do Estado mantém delegacia especializada e denúncias contra agressores podem ser feitas pela internet

 

Quem tem um animal de estimação sabe o quanto as pessoas se apegam ao seu bichinho de estimação. Mas, infelizmente, tem gente que compensa as suas frustrações agredindo os animais. Em São Paulo, existe legislação específica e medidas do Governo do Estado para coibir os abusos.

Quem maltrata o seu animal de estimação perde a guarda sobre ele. É o que determina a Lei 16.308 sancionada em setembro deste ano. No caso, além de perder a guarda do animal, o agressor é proibido de adotar outro durante cinco anos.

O Governo do Estado criou recentemente uma delegacia eletrônica para o registro de boletins de ocorrência (BO) sobre maus tratos a animais. Pela Delegacia Eletrônica de Proteção dos Animais (Depa) o denunciante registra o BO e o documento é encaminhado para que o caso seja investigado. A pessoa pode manter o anonimanto se preferir.

São Paulo também possui a Divisão de Investigação sobre Infrações e Maus-Tratos a Animais e demais crimes contra o Meio Ambiente. Ela foi criada em 2013 e é responsável pela investigação de abusos, maus tratos e demais atos de crueldade com os animais.

Os denunciados podem ser enquadrados na Lei Federal 9.605/1998, que prevê pena de detenção de três meses a um ano, além de pagamento de multa.

Em São Paulo foi aprovada ainda legislação que proíbe testes de laboratório em animais. É a Lei 15.316 que aplica multas de 50 mil Ufesps (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo), o correspondente a aproximadamente R$ 1 milhão ao laboratório infrator. O Estado de São Paulo é o primeiro do país a proibir os testes em animais.

Do Portal do Governo do Estado