Notícias

Alckmin recebe embaixadores árabes
4/10/2016

 

Serão discutidas oportunidades de comércio e investimento entre as regiões

 

O governador Geraldo Alckmin recebe nesta terça-feira (4) o conselho de embaixadores árabes no Brasil. A ideia é discutir oportunidades de comércio e investimento entre as regiões. A reunião ocorrerá Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Estão previstas as presenças de diplomatas de 12 países, o chefe da liga árabe e o secretário-geral-adjunto para assuntos econômicos, embaixador Nacer Alem e Mohamed Al Twaijri respectivamente, além de representantes da câmara de comércio árabe no Brasil. Também estão confirmadas as participações de embaixadores da Palestina, Líbano, Kuaite, Jordânia, Líbia, Egito, Sudão, Mauritânia, Omã, Tunísia, Marrocos e Argélia.

O Estado de São Paulo e os países árabes, na opinião de Ana Paula Fava, chefe da assessoria especial para assuntos internacionais do governo de São Paulo, "têm uma relação frequente e consistente". Ela ainda destaca que a "Investe SP construiu uma agenda de aproximação com investidores árabes".

A Investe São Paulo assinou, em agosto deste ano, um protocolo de intenções com os Emirados Árabes. O documento prevê promover os investimentos, as exportações e a relação comercial entre as partes.

Relações comerciais

As exportações do Brasil para o mercado árabe voltaram a subir no mês de agosto. Dados Câmara de Comércio Árabe Brasileira mostram elevação de 17% em relação ao ano mesmo período do ano passado. De janeiro a agosto de 2016, o estado paulista exportou US$ 2,4 bilhões e importou US$ 371 milhões.

Os principais clientes do Brasil nesse período foram a Árabia Saudita, os Emirados Árabes e o Egito. Já os produtos paulistas mais exportados foram açúcares, carnes, máquinas, material para defesa e veículos. Também estão na lista combustíveis minerais, adubos/fertilizantes, produtos químicos inorgânicos, sal, enxofre, terras e alumínio.

Do Portal do Governo do Estado