Notícias

Programa Nascentes incentiva projetos de restauração ambiental
21/10/2016

 

Com novas Unidades de Conservação disponíveis no Banco de Áreas Públicas, objetivo é recuperar 20 mil hectares de matas ciliares no Estado

 

O Programa Nascentes acaba de disponibilizar um novo Banco de Áreas Públicas para projetos de restauração ambiental no Estado de São Paulo.
Entre as Unidades de Conservação (UCs) que necessitam de projetos específicos, seguindo os parâmetros estabelecidos pela Fundação Florestal, estão a Estação Ecológica Jataí, Estação Ecológica de Ribeirão Preto, Estação Ecológica Barreiro Rico e a Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade.

Coordenado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o principal foco do Nascentes é reunir e otimizar a interação entre empresas, restauradores e proprietários.

O programa oferece, além de uma série de ferramentas para restauração, um cenário que apresenta diversas vantagens: as empresas encontram facilidades para cumprir seus TCRAs; os restauradores têm a oportunidade de concretizarem e divulgarem seus projetos; e os proprietários, ao se inscreverem no CAR (Cadastro Ambiental Rural), podem demonstrar interesse em ter suas áreas recuperadas por terceiros, integrando assim um Banco de Áreas disponíveis para restauração.

O Programa Nascentes

A presença de cobertura vegetal em bacias hidrográficas traz a regularização dos rios e a melhora na qualidade da água. Dessa preocupação surgiu o Programa Nascentes, desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o Banco de Áreas em Unidades de Conservação.

Do Portal do Governo do Estado