Notícias

Projeto de Lei propõe reajuste de 7,62% do piso salarial paulista
08/12/2016

 

Se aprovado pelos deputados da Assembleia, o reajuste atenderá as duas categorias regidas por leis estaduais

 

O governador Geraldo Alckmin enviou à Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) o Projeto de Lei (PL) 880/2016 que propõe o reajuste do piso salarial dos trabalhadores do Estado de São Paulo, referentes as duas categorias regidas por leis estaduais.

A nova proposta prevê reajuste de 7,62% para ambas as faixas. As classes que hoje o valor é R$ 1.000,00 passariam para R$ 1.076,20. As classes que recebem atualmente R$ 1.017,00 passariam para R$ 1.094,50.

Os novos valores sugeridos seguem o compromisso assumido em 2007 e cumprido anualmente de ajustar as novas realidades econômicas e sociais decorrentes de cada ano. Se aprovado, o piso poderá chegar a R$ 1.094,50, superior ao salário mínimo nacional.

A medida passará a vigorar em 1º de janeiro de 2017, caso os deputados aprovem ainda este ano e da forma como foi apresentado.

Nesta quarta-feira (7) o governador também enviou o Projeto de Lei 47/2016, propondo o abono complementar aos funcionários públicos do Estado para que tenham salários equiparados ao salário mínimo regional.

Do Portal do Governo do Estado