Notícias

Hospital do Servidor ganha novas alas e um Centro do Idoso
02/01/2017

 

Alckmin visitou as novas instalações; instituição recebeu investimentos na ordem de R$188,5 milhões em melhorias

 

O Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), ligado ao Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (IAMSPE), recebeu uma série de reformas para melhorar a qualidade do atendimento ao usuário. O governador Geraldo Alckmin visitou as instalações nesta segunda-feira (2). Foram investidos pelo governo estadual R$188,5 milhões para as obras em todo o complexo de 34 mil m2 de área construída.

Entre as reformas e ampliações estão o novo Centro do Idoso com instalações para atender tanto os idosos quanto os deficientes. Com 5,5 mil m2, o local tem quatro pavimentos e possui ginásios para reabilitação, salas de treinamento, piscina para hidroterapia, e um auditório. Além disso, foram finalizadas a construção do Centro Cirúrgico com dez salas amplas.

"São obras superimportantes. Este é um hospital de 1961 e é um dos grandes hospitais de São Paulo com quase mil leitos que está sendo modernizado", afirmou o governador Geraldo Alckmin. "Aqui no Centro do Idoso temos piscina aquecida para hidroterapia, fisiatria fisioterapia, neurologia, uroneurologia, reabilitação e atividades lúdicas. Fora isso, ainda terá aulas de inglês, informática e dança voltado aos idosos. Hoje, 400 mil atendidos aqui acima de 60 anos de idade por isso é importante este Centro".

O Hospital também recebeu um prédio de utilidades para atender diferentes serviços como gerador, central de ar condicionado, gás, rede de água quente e gelada, elétrica, quadros elétricos e central de incêndio. "Todo esse sistema vai possibilitar uma boa economia de energia elétrica de água", avaliou o governador.

Projeto das reformas

As obras começaram em maio de 2013 e terminaram em novembro de 2016. Já foram entregues o novo pronto-socorro (em operação desde maio de 2014), o Centro de Quimioterapia (agosto de 2014), o Centro de Diagnóstico por Imagem (junho de 2015) e o Prédio de Utilidades (agosto de 2016).

O pronto-socorro realiza, em média, 19 mil atendimentos/mês. O Centro de Quimioterapia permite realizar até 29 sessões simultâneas de quimioterapia e tem capacidade para atender 1.200 pacientes mensais. Enquanto o Centro de Diagnóstico por Imagem teve sua capacidade operacional aumentada em 20%.

Do Portal do Governo do Estado